Claudinei Oliveira

Treinador paranista criticou a FPF novamente. (Divulgação/Paraná)

Guilherme Moreira
03/04/2016
21:44
Curitiba (PR)

Neste domingo, o Paraná deu um passo importante para chegar à semifinal do Campeonato Paranaense. O Tricolor venceu o Foz do Iguaçu, fora de casa, por 3 a 0 e recebe o time do interior no próximo domingo, 11h, na Vila Capanema. E o horário foi contestado pelos paranistas.

Líder da primeira fase e com a vaga encaminhada para a próxima fase, o clube da capital recebeu a notícia de que a partida da volta seria na parte da manhã, no final de semana. Isso foi suficiente para novos protestos contra a competição.

- É um absurdo a gente jogar às 11h. Em outro país, Estado, isso não aconteceria, mas eles (FPF) têm que se colocar no nosso lugar também. Eu não aceito, se quiserem me punir, vão me punir e sabem que não tem sentido o que foi feito - reclamou Claudinei Oliveira. 

O técnico paranista, após o triunfo, sugeriu que o duelo fosse marcado para o início da semana, dia 11. O comandante acredita que atuar sob forte calor em um horário desse é prejudicial.- Do que vale ser o primeiro lugar? Você ainda fica refém disso, não tem cabimento e nem sentido. Tem tanta coisa acontecendo de errado no país e vamos ver que as coisas não vai mudar. Não tenho nada contra a televisão, então, coloca o Paraná para jogar na segunda-feira - completou.

Já Durval Lara Ribeiro, diretor de futebol, aproveitou para cutucar a Rede Paranaense de Comunicação (RPC). Antes do início do Estadual, o Tricolor bateu o pé até aceitar a cota de R$ 900 mil. Nos duelos na Vila Capanema, a televisão decidiu não transmitir os duelos paranistas nem no sistema PPV.

- Coritiba e Atlético recebem R$ 2,2 milhões e o Paraná, R$ 900 mil. O que eles têm a mais que nós? Nada. A falta de critério é enorme. Quem é o líder do campeonato, quem chegou em primeiro e as coisas só acontecem por interesse. O Paraná é sempre o mais prejudicado, jogou mais vezes fora da casa entre os times da capital, teve arbitragem pífias e o nosso torcedor sente isso - finalizou.

Antes do duelo da volta pelas quartas de final do Paranaense, o Paraná encara o Estanciano, na cidade de Estância, pela estreia da Copa do Brasil, na quarta-feira. O retorno para capital acontece na madrugada de quinta para sexta-feira. Caso confirme o jogo no domingo pela manhã, o Tricolor terá somente um treino antes da partida.