Atlético-PR x Chapecoense

Hernani (à frente) e Matheus Rosseto (ao fundo) marcaram dois dos três gols da vitória do Furacão. (Marco Oliveira/Atlético-PR)

Guilherme Moreira
06/10/2016
16:59
Curitiba (PR)

O triunfo por 3 a 1, de virada, diante da Chapecoense na quarta-feira, pela vigésima nona rodada da Série A, na Arena da Baixada, foi marcado por jogadores formados no Atlético-PR. Três jogadores que vieram da categoria de base marcaram e garantiram a vitória atleticana.

Após sair atrás do placar, aos 17 minutos do primeiro tempo, quando Filipe Machado marcou para a Chape, o Furacão teve forças para conseguir a reação. Hernani empatou ainda no primeiro tempo, de pênalti. Na reta final do segundo tempo, Pablo fez de cabeça e Matheus Rosseto, em um lindo chute de fora da área, conseguiram os três pontos.

- Parabéns aos jogadores. Eles demonstraram que temos nos tornado uma equipe mais forte mentalmente. Eu considero que foi a maturidade emocional neste momento, que a equipe começa a ter - declarou o técnico Paulo Autuori. 

Além dos três atletas que fizeram os gols serem oriundos do CT do Caju, o Atlético-PR utilizou outros cinco jogadores formados na base neste duelo: o goleiro Santos, o lateral-esquerdo Nicolas e o volante Otávio começaram a partida também, enquanto o meio-campista João Pedro e o atacante Guilherme Schettine entraram no decorrer do jogo.

- É uma garotada em potencial. Eles vão crescer muito no aspecto competitivo, e acho que estão crescendo, estão acreditando mais, entendendo que futebol é mais do que entrar em campo e jogar bola. Todos nós no clube ficamos muito felizes por isso, porque esta é a essência do Atlético-PR, fruto do trabalho - comemorou o comandante rubro-negro.

Com 45 pontos, o Furacão é o sexto colocado e segue no grupo que conquista uma vaga para a Libertadores. O próximo confronto do Atlético-PR é na próxima quinta-feira contra o Grêmio, às 21h, na Arena do Grêmio, em confronto direto pela disputa do G-6.