Atacante, que foi titular na estreia, entrou e resolveu a partida no Eco-estádio

Divulgação/Atlético-PR

Guilherme Moreira
03/02/2016
21:34
Curitiba (PR)

Vitória apertada. Pela segunda rodada do Campeonato Paranaense, o Atlético-PR até sofreu, mas venceu o Maringá por 1 a 0 nesta quarta-feira, no Eco-Estádio Janguito Malucelli. E o diferencial veio novamente do banco de reservas.

Atuando contra uma equipe fechada e que abusou das faltas, o time atleticano teve dificuldades durante todo o jogo. Na primeira etapa, por exemplo, não assustou a meta adversária em nenhum momento.

Já na volta do intervalo, o técnico Cristóvão Borges entrou com duas alterações: Eduardo e André Lima nas vagas de Léo e Crysan, respectivamente. Tentando abrir o jogo, com jogadas laterais, o Atlético-PR conseguiu dar alguma esperança ao torcedor no início.

Com a forte chuva que começou a cair no local, o treinador rubro-negro viu em Anderson Lopes a chance de ter um fato novo. E foi pontual. Sete minutos depois de entrar no lugar de Marcos Guilherme, o meia-atacante aproveitou falha do goleiro William Menezes e fez o gol da vitória de dentro da área, após escanteio cobrado por Vinícius, aos 34 minutos.

Anderson Lopes marcou seu primeiro gol com a camisa do time paranaense. Titular na estreia, o atleta ficou no banco e Sidcley entrou na sua vaga. Mesmo assim, o atleta não desanimou e admitiu ter escutado conselho do atacante Walter, que ainda não está regularizado.

- A equipe está de parabéns. Time ganha jogo e grupo ganha campeonato. Foi isso que o professor falou. O Walter também falou para eu me concentrar que iria entrar e fazer. Escutei e aconteceu.

Esse foi o terceiro triunfo da equipe paranaense no ano - dois pelo Estadual e um pela Primeira Liga. O resultado positivo deixa o Atlético-PR na liderança provisória do Campeonato Paranaense, com seis pontos. Na próxima rodada, a equipe rubro-negra enfrenta o Rio Branco, em Paranaguá, na quarta-feira que vem.