Paraná x Paysandu

Ataque paranista está devendo na Série B, apesar do time estar em boa colocação. (Divulgação/Paraná)

Guilherme Moreira
13/07/2016
00:23
Curitiba (PR)

O segundo empate consecutivo sem gols na Vila Capanema irritou a torcida do Paraná. Após a igualdade por 0 a 0 diante do Paysandu nesta terça-feira, o torcedor chegou a vaiar a equipe e criticou o desempenho dentro de casa mais uma vez.

Dos oitos jogos atuando em seus domínios, o Paraná empatou quatro deles (Atlético-GO, Bahia, Avaí e Paysandu). Todos sem gols e com dificuldades de criação, ficando obsoleto na retranca do adversário. O time ainda ganhou três e perdeu uma.

- O segundo tempo foi muito bom, com várias oportunidades, sendo diferente de outros jogos. A única coisa que não foi diferente foi o resultado, infelizmente, em uma partida que produzimos para ganhar. Faltou a competência na finalização - lamentou o técnico Marcelo Martelotte.

Outro dado que atrapalha o Tricolor fica por conta da falta de gols. O ataque paranista é o terceiro pior como mandante neste Campeonato Brasileiro. No geral, o time marcou apenas 14 vezes - o décimo segundo melhor. 

- O torcedor viu que o time lutou até o final. O futebol é aproveitamento e é o que vale no final. Mas a torcida é inteligente, sabe das nossas qualidades. A decepção de não marcar gol também é nossa - completou o comandante, que terminou o jogo com quatro atacantes.

Um deles foi o centroavante Robert, que tem 10 jogos e nenhum gol até aqui. Aos 47, Rafael Carioca cruzou na área, Lúcio Flávio ajeitou de cabeça e o experiente atleta, sozinho na pequena área, furou a bola e perdeu a chance do gol da vitória. Com o fim do duelo, a torcida não perdoou e xingou o jogador.

- Ele, com a experiência que tem, está acostumado e sabe como lidar com isso. Ele teve a chance de se consagrar, podia ter saído aplaudido, mas não foi só ele. Apenas foi a mais clara. Se fosse algum menino, ficaria mais preocupado. Eu respeito a opinião do torcedor, mas não vou tomar decisão em cima disso,
da irritação da torcida - finalizou Martelotte.

Com 25 pontos, o clube paranaense é o quinto colocado na Série B e está a dois do G-4. A diferença pode aumentar com o complemento das partidas. Na próxima rodada, o Paraná enfrenta o Criciúma na sexta-feira, dia 22, às 19h15, no Heriberto Hulse.