Paraná x Criciúma

Maidana (à esq.) e João Pedro (à dir.) marcaram os gols paranista na Vila Capanema. (Divulgação/Paraná)

Guilherme Moreira
13/10/2017
22:28
Curitiba (PR)

Em uma noite de muita lambança da arbitragem, o Paraná venceu o Criciúma por 2 a 1 nesta sexta-feira na Vila Capanema, pela vigésima nona rodada da Série B. É a nona vitória consecutiva dentro de casa do melhor time do returno. O triunfo ainda coloca o Tricolor na vice-liderança, podendo ter uma gordura na parte alta da tabela, já que há confronto direto entre Ceará (quarto) e Oeste (quinto) no complemento da rodada. Em campo também teve uma atuação péssima de Igor Junio Benevenuto (MG), que não marcou um pênalti pro time paranaense, inverteu inúmeras faltas, marcou uma penalidade inexistente para o Paraná e voltou atrás minutos depois.

A primeira etapa começou intensa e logo no início já saiu o primeiro tento. Com 4, Alex Maranhão cobrou falta e a bola foi na trave, mas o árbitro Igor Junio Benevenuto (MG) pediu para repetir por não ter autorizado. Na segunda tentativa, o chute foi ainda mais certeiro. O meia bateu no contra pé do arqueiro, que aceitou o chute de longe. 0x1.

Seis minutos depois, quase que o Tigre amplia. Em troca de passes de Silvinho e Diego Giaretta, o ala recebeu no bico da área, avançou e chutou cruzado na trave. Com 12, outro lance polêmico, agora do time da casa. Alemão recebeu em velocidade, avançou e foi derrubado por Nino na área, mas a arbitragem não assinalou a penalidade.

A partir daí só deu Tricolor, em uma blitz impressionante. Aos 14, João Pedro achou Igor entrando pela esquerda e o ala chutou rasteiro, mas Luiz espalmou para fora. No minuto seguinte foi a vez de Gabriel Dias chegar até a driblar o goleiro, rolar para o gol e a zaga tirar em cima da linha. Na cobrança de escanteio de Renatinho, entretanto, Maidana subiu aproveitou desatenção da zaga no segundo pau e cabeceou para as redes. É o quinto gol do zagueiro no torneio. 1x1.

Embalado com a igualdade, a equipe paranaense seguiu em cima do adversário. João Pedro, com 25, recebeu na direita, cortou para o meio e bateu raspando a trave. Pouco depois Robson desperdiçou outra chance ao chegar atrasado em cruzamento de Renatinho. Nos minutos finais, o duelo caiu um pouco de produção.

O arqueiro Luiz, que tinha um cartão amarelo por reclamação, fez falta fora da área e ainda foi expulso no último minuto. Na cobrança, João Pedro soltou uma bomba e o substituto Edson mostrou trabalho evitando a virada.

Na volta do intervalo, o Paraná já partiu para cima. Brock, logo no primeiro minuto, mandou uma pancada de longe e o arqueiro defendeu. Com 7, o juiz errou de novo. Ianson tirou a bola limpamente de Cristovam perto da linha da área, mas foi marcado o pênalti. Três minutos depois, a arbitragem voltou atrás na decisão, gerando muita reclamação e confusão.

Mas, aos 14, não teve jeito e o clube paranaense confirmou em outro tipo de bola parada. João Pedro cobrou falta na frente da meia lua com muita categoria e virou o placar. Foi o terceiro gol do meio-campista. 2x1. Atrás do marcardor e com um a menos, o Criciúma só aparecia em cobranças de falta ou escanteio. Em duas oportunidades, na bola aérea, a equipe assustou a meta ao cabecear por cima do travessão.

Já o time paranista administrava a situação, com aparições esporádicas no ataque. Brock, de cabeça, quase ampliou, com 31. No fim, Gabriel Dias perdeu chance clara na frente de Edson, que espalmou para fora, após ótima jogada de Cristovam e Alemão. O atacante ainda ficou próximo do terceiro, quando tocou na saída do goleiro, mas Ianson tirou na linha.

Com o triunfo, o Paraná foi a 52 pontos e retomou a vice-liderança provisória - a diferença para o primeiro fora do G4 é de cinco pontos. O Criciúma é o oitavo, com 42. Na próxima rodada, o Tricolor encara o quarto colocado Ceará na terça-feira, às 20h30, no Castelão, enquanto o Tigre recebe o Vila Nova-GO no mesmo dia e horário, no Heriberto Hulse.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 2X1 CRICIÚMA

Local
: Vila Capanema, em Curitiba
Data-Hora: 13/10/2017 - 20h30
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Auxiliares: Márcio Eustáquio S. Santiago (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Público/renda: 12.432 pagantes/R$ 307.922,00
Cartões amarelos: Robson, Vinícius Kiss, Gabriel Dias (PAR); Luiz, Lucão, Diego Giaretta, Silvinho, Barreto (CRI)
Cartão vermelho: Luiz (CRI)
Gols: Alex Maranhão, 4'1ºT (0-1); Maidana, 16'1ºT (1-1); João Pedro, 14'2ºT (2-1)

PARANÁ: Douglas Baldini; Cristovam, Maidana, Brock e Igor; Vinícius Kiss (Jhony, 42'2ºT), Gabriel Dias e Renatinho; João Pedro (Luiz Otávio, 29'2ºT), Robson (Vitor Feijão, 5'2ºT) e Alemão. Técnico: Matheus Costa.

CRICIÚMA: Luiz; Maicon Silva, Nino (Ianson, intervalo), Edson Borges e Diego Giaretta; Barreto, Ricardinho, Caique (Edson, 50'1ºT) e Alex Maranhão (Caio Rangel, 28'2ºT); Silvinho e Lucão. Técnico: Beto Campos.