Fluminense x Atlético-PR

Furacão fez um bom jogo e poderia ter saído com a vitória do Maraca. (Divulgação/Fluminense)

Guilherme Moreira
15/11/2016
21:08
Curitiba (PR)

O empate por 1 a 1 diante do Fluminense nesta terça-feira, no Maracanã, pela trigésima quinta rodada do Campeonato Brasileiro, foi aprovado pelo técnico Paulo Autuori. O treinador gostou da atuação do Atlético-PR e ainda comentou uma polêmica antes do duelo.

Após sair atrás do marcador em bola alçada por Gustavo Scarpa e completada por Cícero, de cabeça, no primeiro tempo, o Furacão buscou o empate na penalidade convertida por Hernani, na segunda etapa. No final do jogo ainda viu Santos defender com os pés o pênalti de Scarpa, evitando um revés injusto.

- É uma jogada forte deles e nós vacilamos. Mas tivemos várias oportunidades, umas três na minha perspectiva, em que erramos a tomada de decisão na última parte, que é algo que nos persegue. Hoje seria uma injustiça a equipe sair derrotada. Gostei que a equipe jogou futebol, esteve organizada e saiu jogando desde trás, que é algo que a gente trabalha muito. O que eu pedi foi ter lealdade ao que se faz no dia a dia - analisou o treinador.

No início da tarde, a empresa Greenleaf Gramados, responsável pela manutenção do gramado do Maracanã, fez um post provocativo em uma rede social ao dizer que o clube paranaense é “o time que só sabe jogar no gramado sintético e que time faz a pior campanha em um Brasileiro como visitante desde 1991". Com 87% de aproveitamento na Arena, o Furacão é o melhor mandante da Série A e vinha de nove derrotas seguidas fora de casa, quebrando a sequência negativa nesta tarde.

- Falar que a grama sintética é responsável pela nossa campanha em casa é não ouvir os jogadores e não fazer leitura técnica e tática das partidas. O Brasil está cheio de interesses escusos e por isso está essa zona. Eles têm que cuidar de cocô de galinha, de fazer adubo, que é o que fazem bem. O Brasil está cheio de interesses deploráveis. O que eles falam e zero à esquerda é a mesma coisa.. Mas vou defender sempre o direito de as pessoas expressarem o que quiserem - completou.

Com 52 pontos, o Atlético-PR é o sexto colocado e torce por tropeço do Corinthians na rodada para continuar no G-6. Na próxima rodada, o Furacão encara o Sport no domingo, às 17h, na Arena da Baixada.