protesto TOF

Organizada protesta alegando que Petraglia não cumpriu o prometido na época da eleição. (Reprodução/Twitter Os Fanáticos)

Daniel Piva
04/06/2016
18:25
Curitiba (PR)

O Atlético-PR voltou a vencer no Campeonato Brasileiro, mas o clima na Arena da Baixada, na tarde deste sábado, não foi o dos mais tranquilos. Ainda no primeiro tempo, a principal organizada do clube abriu uma faixa com dizeres contra o presidente do Conselho Deliberativo, Mário Celso Petraglia.

A faixa dizia o seguinte: "MCP, você não é homem de palavra". Minutos depois, alguns seguranças do clube foram até o setor e retiraram o material dos torcedores atleticanos.

Mesmo assim, os protestos continuaram durante a partida e até mesmo logo após o apito final, que decretou a vitória atleticana por 1 a 0 sobre o Santa Cruz. O gol foi marcado por Deivid, aos 14 minutos do segundo tempo. 

A bronca se deve ainda pelo apoio da organizada Os Fanáticos para a chapa CAP Gigante na época das eleições. Porém, meses depois, após alguns incidentes (ameaças ao atacante Walter e uma pedra arremessada contra o ônibus do clube), a diretoria atleticana proibiu os materiais da torcida. 

Em algumas partidas, a bateria esteve liberada, mas em outras não. Neste sábado, somente os adereços de corpo estavam liberados. Pelo Twitter, a torcida se manifestou a respeito do assunto: "Time competitivo, e liberdade de acesso aos nossos materiais, liberdade para torcer", diz a postagem sobre as promessas não cumpridas pelo mandatário rubro-negro.