Pablo é uma das esperanças do Atlético-PR

Pablo é uma das esperanças do Atlético-PR (Foto: Marco Oliveira/ Site oficial)

Daniel Piva
14/02/2017
18:18
Curitiba (PR)

O Atlético-PR descarta o rótulo de favorito contra o Deportivo Capiatá-PAR, adversário da Terceira Fase da Libertadores da América. Para o elenco e comissão técnica do Furacão, as disparidades de orçamento, estrutura e posicionamento no ranking da Conmebol entre as duas equipes não representam vantagem para os duelos dentro de campo.

- Essa arrogância de que é maior e tem que ganhar fez com que os brasileiros chegassem a essa situação. Vamos respeitá-los ao máximo. E a melhor forma de respeito é jogando tudo o que você pode e é isso que queremos. O futebol paraguaio é de muita entrega e eles estão acostumados a jogar assim - analisa o técnico Paulo Autuori.

O zagueiro Paulo André também deixa as diferenças estruturais de lado, mas aponta que o Atlético-PR precisa fazer a lição de casa e abrir vantagem para o confronto da volta, que será disputado na semana que vem, no Paraguai.

- Eles jogam com onze em campo também, é igualdade. Se eles estão nessa situação, é porque têm competência para isso. A gente sem dúvida vai buscar a classificação, mas a vantagem se faz dentro de campo, fazendo gols, especialmente no primeiro jogo, que nos dá tranquilidade para a volta - aponta Paulo André.

Outro nome importante do elenco atleticano que pede atenção total é o lateral Léo. Ele acredita que os dois confrontos serão complicados para o time paranaense.

- Estamos a um passo do nosso principal objetivo, que é estar na fase de grupos da Libertadores. Vamos ter dois confrontos muito complicados contra o Deportivo Capiatá. É fundamental fazer um bom resultado dentro de casa para ter mais tranquilidade no jogo de volta - diz o jogador.