Paulo Autuori - no #OcupaCBF

Paulo Autuori não fez um bom trabalho no Galo e São Paulo, em suas últimas passagens pelo Brasil. (Foto: Reprodução)

Guilherme Moreira
07/03/2016
19:10
Curitiba (PR)

Após a demissão de Cristóvão Borges, na última quinta-feira, o Atlético-PR não demorou para escolher seu novo treinador. Paulo Autuori, 59 anos, acertou na tarde desta segunda-feira com o Furacão.

Com um perfil diferente dos últimos anos, o novo comandante rubro-negra é da "velha escola" do futebol brasileiro e foge do padrão atual do clube paranaense. Ultimamente, a direção atleticana vinha apostando em treinadores novos e estudiosos, que valorizassem a integração das categorias de base com o profissional.

Agora, com a vinda do experiente técnico, o método até seguirá o mesmo padrão, mas deverá ter ajustes no dia a dia. Sem um grande trabalho há anos, Autuori chega mais pelo seu passado vitorioso do que pelo presente. 

Desempregado desde que deixou o Cerezo Osaka-JAP, no fim do ano passado, o treinador não teve grandes momentos nas últimas passagens pelos clubes brasileiros, como o Atlético-MG e o São Paulo, após longo período fora do Brasil. Entre os títulos de expressão, o comandante tem o Campeonato Brasileiro de 1995, a Copa Libertadores em 1997 e 2005, além do Mundial de Clubes da FIFA, também em 2005.

Nesta quarta-feira, pela Primeira Liga, Paulo Autuori acompanhará o duelo diante do Cruzeiro, em Belo Horizonte. O Furacão é o líder do seu grupo com seis pontos.