Orlando City, Atlético-PR

Furacão pretende utilizar experiência do time americano em eventos nos dias dos jogos. (Divulgação/Atlético-PR)

Guilherme Moreira
01/11/2016
13:47
Curitiba (PR)

O Atlético-PR fechou uma parceria com o Orlando City SC, dos Estados Unidos, nesta terça-feira. Através do site oficial, o clube brasileiro informou que o acordo envolve intercâmbios de atletas, apoio na formação da base e um amistoso entre os times. O meio-campista Kaká fez o clube ficar conhecido no Brasil.

As conversas com a equipe americana não são de agora. O Furacão já vem alinhando um vínculo há, pelo menos, um ano e a ideia de realizarem um jogo passou perto no início desta temporada. O Orlando City possui parcerias semelhantes com o Benfica-POR e o Stoke City-ING.

A diretoria rubro-negra também pretende utilizar a experiência do Orlando City no "match day", já que o time tem revolucionado a Major League Soccer (MLS), liga norte-americana de futebol, nesse sentido. O Furacão, por exemplo, está começando a realizar eventos em dias de jogos para aproximar a torcida e acostumá-la a chegar mais cedo à Arena da Baixada.

- A parceria entre CAP e Orlando City oferece às Instituições excelente oportunidade de troca de experiências em vários aspectos: infraestrutura do Centro Administrativo e Técnico e do Estádio, a formação de novos atletas, intercâmbio de atletas entre os Clubes, consolidação da formação de jovens atletas, pois devem adquirir experiência de conviver no exterior com novas tecnologias, e ainda há um crescimento como atleta e como pessoa. Outro aspecto importante é aprender como incrementar o show antes durante e depois das partidas - afirmou o presidente Luiz Sallim Emed.

Em fevereiro de 2017, os clubes realizam um amistoso nos Estados Unidos, enquanto o Orlando City realizará sua pré-temporada de 2018 no CT do Caju, com outro jogo no estádio atleticano. Os detalhes adicionais dos amistosos serão anunciados quando estiverem disponíveis.

- Estamos orgulhosos da parceria com o Atlético-PR, um clube com mais de 90 anos de história. Além de seu sucesso em campo, eles possuem um vasto conhecimento sobre o processo de desenvolvimento bem sucedido na Formação, à frente de um centro de treinamento de alto nível - acrescenta Phil Rawlins, fundador e presidente da equipe americana.

Disputando a MLS desde 2015, estabelecendo recordes de público, os Lions detêm a segunda maior média de público do campeonato e jogarão a temporada de 2017 da MLS em um estádio novo no centro da cidade de Orlando. Os brasileiros Kaká e Júlio Baptista estão no elenco, além do empresário Flávio Augusto da Silva como dono majoritário.