Londrina x Atlético-PR

Nikão teve dificuldades para criar jogadas agudas, carregando a bola. (Gustavo Oliveira/Atlético-PR)

Guilherme Moreira
04/04/2016
08:00
Curitiba (PR)

Depois da partida de ida das quartas de final do Campeonato Paranaense foi a vez do Atlético-PR reclamar da condição do campo, no empate por 1 a 1. Paulo Autuori e Nikão não pouparam críticas ao piso do VGD.

De nada adiantou o Paraná criticar o estado do gramado do Estádio Vitorino Gonçalves Dias, em Londrina. Pela quinta rodada, o Tricolor atuou no local que reabria após melhorias e, após o jogos, comissão técnica, jogadores e dirigentes protestaram desde a iluminação, passando pelo vestiário até a grama utilizada.

E não foi diferente depois da igualdade deste domingo. O meio-campista Nikão, que não fez bom jogo, visivelmente teve dificuldades em carregar a bola ao tentar jogadas mais agudas pelo setor ofensivo.

- O campo não ajudou, um campo horrível. Nem uns times do meu bairro jogam em um campo como esse. Foi um jogo pegado, de muitas faltas, jogo de força. Campo horrível, teve muito bicão e pouco toque de bola. Mas agora é levantar a cabeça, temos a vantagem de jogar em casa, em frente da nossa torcida, em um gramado melhor - minimizou.

O discurso foi reforçado por outro companheiro no meio do campo. Marcos Guilherme, que esteve apagado no duelo, também lamentou o piso duro do estádio londrinense.

- O campo é muito ruim de jogar. Não dá para praticar futebol assim. A bola quica muito, fica muito viva, foi um jogo de muito chutão para frente. Na Arena o jogo será melhor - afirmou o camisa 10.

Já o técnico Paulo Autuori, que lamentou a "perda de controle" da equipe após sofrer o gol de empate na segunda etapa, ainda citou o calor como outro problema do jogo. Porém, não quis justificar a derrota a esses fatores.

- Acho que se tivéssemos em um campo melhor, podíamos ter trabalhado melhor essa bola. Estava difícil, eu compreendo os atletas. No domínio, você precisava de um, dois, três toques para dar sequência ao lance. É ruim para as duas equipes. No jogo do próximo domingo, podemos fazer isso muito melhor, como a jogada do gol. Nós perdemos o controle do jogo e por não sair com a bola construída. O calor foi complicado também - finalizou.

Com a igualdade, o Atlético-PR precisa vencer o Londrina domingo, às 16h, na Arena da Baixada, para chegar às semifinais do Campeonato Paranaense. Qualquer empate leva o duelo para os pênaltis.