Edson Bastos

(Divulgação/Coritiba)

Guilherme Moreira
20/10/2016
15:33
Curitiba (PR)

Em ação judicial, o Coritiba entrou em acordo com o ex-goleiro Edson Bastos, 36 anos, e vai desembolar meio milhão ao jogador. A audiência conciliatória foi realizada no dia 18 de agosto deste ano.

O encontro aconteceu no Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região, de Curitiba, e as partes conseguiram chegar a um valor em comum. O ex-atleta irá receber o direito de arena no percentual de 20% e adicional noturno pelos jogos que realizou após as 22h.  

De acordo com advogado Dyego Tavares, que representa o jogador, o valor do acordo firmado entre os envolvidos gira em torno de R$ 503.000,00. A direção alviverde acertou que o pagamento será parcelado em 25 vezes.

Goleiro do Coritiba de 2007 a 2012, Bastos fez mais de 200 partidas com a camisa do clube paranaense. Ele conquistou duas vezes o Campeonato Brasileiro da Série B (2007 e 2010) e foi tetracampeão estadual (2008, 2010, 2011 e 2012). A lembrança negativa, entretanto, é a falha na final da Copa do Brasil de 2011, diante do Vasco da Gama. No ano seguinte, em outro vice da competição, Vanderlei - atualmente no Santos - era o titular.

Aposentado desde 2015, quando atuou pelo Foz do Iguaçu no Campeonato Paranaense, o ex-profissional continua morando na fronteira com o Paraguai e chegou a ser comentarista de uma rádio local no Estadual. Ele ainda pretende montar um negócio próprio e fazer uma arena com dois campos de gramado sintético, um mini campo para crianças, salão de festas e bar para a cidade.