Petraglia (Foto: Divulgação/Site Oficial)

Petraglia criticou agente e foi rebatido nesta segunda-feira. (Divulgação/Site Oficial)

LANCE!
08/01/2018
22:14
Curitiba (PR)

Após as duras críticas vindas do Atlético-PR, a OTB Sports se pronunciou no final da noite desta segunda-feira. A empresa tentou ridicularizar o presidente do Conselho Deliberativo, Mario Celso Petraglia, dizendo que o dirigente está "gagá" e que necessita de tratamento médico.

No final da tarde, o Furacão se manifestou sobre o negócio frustrado com Seedorf, dizendo que o agente Bruno Paiva pediu uma "comissão exorbitante" que inviabilizou o negócio com o manager holandês. O clube paranaense ainda afirmou que o intermediário influenciou nas decisões de Weverton recusar a renovação e sair para o Palmeiras e na provável saída de Marcos Bahia, que sequer possui contrato profissional e é uma promessa da base, sendo utilizado na Seleção Sub-17.

Como resposta, a OTB alegou que Petraglia não possui mais condições mentais para comandar negociações e que a família do mandatário rubro-negro precisa buscar ajuda médica. A nota chamou o dirigente de "gagá".

Vale lembrar que a empresa, no momento, está envolvida em outras duas polêmicas: a saída do lateral Zeca do Santos e do meia Gustavo Scarpa do Fluminense - ambos de forma judicial. 

Confira a nota:

"A despeito da nota oficial publicada pelo Clube Atlético Paranaense na tarde de hoje, a OTB SPORTS vem a público esclarecer que não emitirá nenhuma nota de esclarecimento. Notas de esclarecimento servem para elucidar situações para as quais cabem explicações sobre temas reais, e não imaginários.

Pessoas com perfil ditador têm sérias dificuldades em lidar com a passagem do tempo e o consequente decréscimo de poder. A idade chegou para Mário Celso Petraglia e, infelizmente, com ela veio a deterioração de sua saúde mental.

Em suma, a OTB SPORTS lamenta que o dirigente esteja completamente “gagá”, com dificuldade de organizar seus pensamentos e externando surtos de delírio, e recomenda, seriamente, que família e amigos busquem ajuda profissional.

Sendo o que nos cumpria para o momento.

Bruno Paiva
Marcelo Goldfarb"