Volta Redonda venceu o Moto Club na semifinal da Série D (Divulgação / Site Oficial do clube)

Voltaço disputa decisão da Série D neste fim de semana (Foto: Divulgação/Twitter Oficial do Volta Redonda)

Paulo Victor Reis
25/09/2016
06:30
Rio de Janeiro (RJ)

Enquanto a Série A do Campeonato Brasileiro está indefinida e com muita coisa pela frente, a Série D começa a ser decidida na noite deste domingo. Às 19h, o Volta Redonda visita o CSA, no primeiro jogo da decisão, no Rei Pelé, em Maceió (AL). O time que carrega o nome da Cidade do Aço chega embalado para este confronto, invicto na competição nacional, com nove vitórias e cinco empates. Do outro lado, a equipe alagoana será empurrada pela torcida, que promete lotar o estádio.

Os dois finalistas já garantiram vaga na Série C do próximo ano e agora brigam pela taça. O técnico do Volta Redonda, Felipe Surian, conversou com o LANCE! antes desta decisão e se mostrou otimista, como não poderia deixar de ser.

- A expectativa é a melhor possível. Depois do acesso, o time ficou mais tranquilo e solto. Isso porque tiramos o peso do acesso, o possível trauma da derrota, de chegar tão longe e ser eliminado sem atingir o objetivo - disse.

Felipe Surian conquistou o terceiro acesso à Série C na carreira, sendo o segundo como treinador. Antes, ele já tinha subido como auxiliar de Ricardo Drubscky no Tupi (MG). O comandante do Voltaço vem fazendo um grande trabalho neste ano, com apenas 34 anos, ainda novo em comparação a muitos outros técnicos do futebol brasileiro. No Campeonato Carioca, a equipe do Vale do Paraíba conquistou a Taça Rio e ainda conseguiu vitórias sobre Flamengo e Fluminense na fase de classificação.

O treinador conta que cobra muita disciplina tática de seus jogadores.

- Cheguei em dezembro do ano passado ao Volta Redonda. Propus minha filosofia, cobro muito taticamente dos jogadores, é preciso jogar sem a bola. Tivemos só quatro derrotas no Estadual e conquistamos a Taça Rio. Vamos continuar organizados. Cada jogo é um objetivo diferente - lembra.

ELENCO MONTADO DURANTE A SÉRIE D

A boa campanha no Carioca teve um preço para o Volta Redonda: a perda de jogadores importantes ao longo da temporada. Por causa disso, a diretoria teve de montar quase que um novo elenco em meio à disputa da Série D.

- As vitórias contra os grandes deram um gás na busca do título da Taça Rio, mas depois que a competição acabou muita coisa mudou. Perdemos cerca de 90% do elenco, incluindo os dois zagueiros titulares, o centroavante (Tiago) Amaral (artilheiro do Carioca) e outros. Montamos um novo elenco durante a Série D - lembra o técnico Surian.

O jogo de volta da decisão será realizado em 1° de outubro, às 19h, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Os donos da casa já conquistaram uma Taça Guanabara, em 2005, quando chegaram à decisão do Carioca, mas ainda não têm um título de expressão nacional. Chegou a hora?