Série B 2017

CBF

Alexandre Corrêa
06/10/2017
21:12
Varginha (MG)

No seguimento da 28ª rodada, o Paysandu venceu, de virada, o Boa Esporte por 2 a 1, na noite desta sexta-feira, no Estádio Municipal de Varginha, em Minas Gerais. Douglas Assis abriu o placar no primeiro tempo de cabeça para o Boa. No segundo tempo, Thaciano perdeu pênalti, que custou caro. No fim da partida, Bergson não desperdiçou a sua penalidade e empatou, e, no último lance do jogo, Diego Ivo, também em bola aérea, conseguiu a virada, para alívio do Papão, que se afastou provisoriamente da zona de rebaixamento, com 36 pontos. Os mineiros seguiram no meio da tabela, com 37.

Depois de perder na última rodada, as duas equipes entraram em campo pressionadas. No retrovisor, o fantasma da zona do rebaixamento voltava a ameaçar, dando ainda mais necessidade de um bom resultado. Apenas dois pontos separavam o Paysandu do Z4, enquanto que o Boa estava mais tranquilo, com três pontos a mais em relação ao Papão.

No primeiro tempo, um show de horrores. Muitos erros de passe por parte de ambos os times, deixando o jogo muito travado no meio campo e sem emoção. A primeira finalização da partida só veio aos 22 minutos, quando Fábio Matos cabeceou fraco e facilitou a defesa do goleiro do Boa. Na segunda tentativa, primeira dos mineiros, o gol. Aos 37 minutos, depois de falta cobrada para dentro da área, Douglas Assis subiu e testou firme. Emerson aceitou e a partida foi para o intervalo com o placar de 1 a 0 para os donos da casa.

Na volta para o segundo tempo, precisando reagir, o Paysandu foi para cima. Caion entrou no lugar de Jhonnatan, dando mais opções ofensivas ao Papão. E com três minutos já quase saiu o empate. Após grande passe de letra de Bergson, Rodrigo Andrade ficou livre dentro da área, mas chutou torto e sem perigo. E o erro podia ter custado caro. Aos dez minutos, Reis foi derrubado dentro da área por Diego Ivo e o árbitro assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, Thaciano chutou no canto esquerdo de Emerson, que se esticou todo para evitar o segundo gol.

O Paysandu aproveitou o momento para tentar novamente uma reação. Pressionando a equipe mineira, que recuou demais, conseguiu um pênalti discutível aos 40 minutos. Wellington Júnior carregou e depois de um leve contato caiu dentro da área, e o árbitro marcou. Na cobrança, Bergson bateu firme e deixou tudo igual. Quando o placar parecia definido, Diego Ivo, no último lance do jogo, subiu mais alto que a zaga mineira e testou firme para virar a partida. Com o resultado, o Paysandu foi a 36 pontos e respirou aliviado, longe da zona de rebaixamento. O Boa seguiu com 37, estacionado no meio da tabela.