Internacional x Brasil de Pelotas
LANCE!
31/03/2016
21:23
Porto Alegre (RS)

Após ingressar no G4 no último sábado, o Internacional ganhou mais uma posição no Campeonato Gaúcho. Em duelo que encerrou a 12ª e penúltima rodada da fase de classificação do Estadual na noite desta quinta-feira, o Colorado goleou o Brasil de Pelotas, de virada, por 4 a 1, no Beira-Rio. Agora, o Inter é o terceiro colocado do Gauchão. Já o Xavante, que disputará a Série B do Brasileiro neste ano, vai para a última rodada com risco de rebaixamento. Confira aqui como foi o tempo real do duelo.

O Internacional foi aos 23 pontos, superando o Juventude, que, agora, é quem fecha o G4 do Gauchão. Já o Brasil de Pelotas segue com 13 e na décima posição. O Xavante só depende de si para seguir na elite e pode até se classificar para as quartas de final do Gauchão-2016.

PRÓXIMOS JOGOS

Na 13ª e última rodada da fase de classificação do Campeonato Gaúcho, no próximo domingo, o Internacional visitará o Glória – que luta contra o rebaixamento –, no Altos da Glória, às 16h. No mesmo dia e horário, o Brasil de Pelotas receberá o Passo Fundo, no Bento Freitas. O Galo do Planalto é o time que fecha o G8 do Estadual, com 15 pontos.

EFICAZ, XAVANTE SAI NA FRENTE

O Brasil de Pelotas fez exatamente aquilo que o técnico Rogério Zimmermann desejava antes de a bola rolar para o primeiro tempo. Foi eficaz na marcação e agressivo quando teve a posse da bola. Logo com seis minutos, Marcos Paraná tentou surpreender Alisson de fora da área, prova de que o Xavante não veio a Porto Alegre apenas para se defender. E coube a Marcos Paraná abrir o placar. Ele passou pela marcação de Artur, ganhou a dividida com Fernando Bob e finalizou sem nenhuma chance para o goleiro da Seleção Brasileira, aos 11 minutos. Gol que fez justiça ao futebol mostrado pelo Rubro-Negro.

Internacional x Brasil de Pelotas
Marcos Paraná celebra seu gol, o primeiro do jogo. (Foto: Dudu Pedro                                     H. Tesch/Eleven/Lancepress!)

O Inter tentou vencer a forte marcação xavante apostando em Anderson, por exemplo. Como falava espaço para infiltrações, os colorados passaram a arriscar de fora da área. Vitinho, de três finalizações no primeiro tempo, não teve sucesso. Quem mais levou perigo foi Fernando Bob. Aos 44, o árbitro Daniel Bins marcou tiro livre indireto a favor do Inter, em lance polêmico, mas o Colorado não aproveitou. O Inter teve mais posse de bola (67% contra 33%), mas deixou a desejar nas conclusões.

VIRADA COLORADA COM QUATRO MINUTOS E GOLEADA

A eficiência defensiva do Brasil de Pelotas ruiu com apenas três minutos da etapa final. Após investida colorada pela direita, a zaga do Xavante ficou esperando pela defesa de Eduardo Martini, que contou com a bola sendo afastada. Resultado? Anderson, atendo, finalizou de bico. Tudo igual. E a virada veio dois minutos depois. Jogada de Sasha, infiltração de Andrigo e finalização indefensável. Inter 2 a 1.

Anderson - Internacional x Brasil de Pelotas
           Anderson celebra o gol de empate do Inter (Foto: Ricardo                                                         Duarte/Internacional)

Após ter tomado conta do jogo, o Inter seguiu melhor, sem diminuir o ritmo. O Brasil de Pelotas, por sua vez, não conseguiu conter o ímpeto colorado e ser agressivo. Faltou posse de bola e inspiração para o Xavante. O Colorado passou a sobrar em campo. E a goleada veio. Anderson, em nova boa atuação, fez passe primoroso para Andrigo marcar novamente, desta vez aos 21.

Soberano em campo, o Inter ainda marcou o quarto, com Vitinho, em sua especiliadade: finalização de fora da área.  Após um primeiro tempo ineficaz, o Inter ressurgiu e fez por merecer a goleada. Já o Xavante lutará, em um primeiro momento, para seguir na elite gaúcha.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 4 X 1 BRASIL DE PELOTAS


Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data-hora: 31/3/2016 – 19h30
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)
Auxiliares: Antônio João do Prado Lima Albornoz (RS) Fabrício Lima Bassegio (RS)
Público/Renda: 7.102 pagantes/8.735 presentes/R$ 220.300,00
Cartões amarelos: Eduardo Sasha (INT); Marcos Paraná (BRA)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Marcos Paraná, 11'/1ºT(0-1); Anderson, 3'/2ºT(1-1); Andrigo, 4'/2ºT(2-1); Andrigo, 21'/2ºT(3-1) e Vitinho, 27'/2ºT(4-1).

INTERNACIONAL: Alisson; William (Marquinhos, Intervalo), Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Anderson (Jair, 33'/2ºT), Andrigo e Eduardo Sasha (Aylon, 28'/2ºT); Vitinho – Técnico: Argel Fucks.

BRASIL DE PELOTAS: Eduardo Martini, Weldinho, Leandro Camilo, Cirilo e Eduardo Brock; Washington, Leandro Leite (Galiardo, 23'/2ºT), Diogo Oliveira, Felipe Garcia (Moisés, Intervalo) e Marcos Paraná; Ramon (Nathan, 6'/2ºT) – Técnico: Rogério Zimmermann.