Rodrigo concedendo entrevista coletiva

Rodrigo concedendo entrevista coletiva

RADAR/LANCE!
24/11/2015
21:27
Rio de Janeiro (RJ)

A Procuradoria do STJD liberou na noite desta terça-feira denúncia contra o Vasco da Gama e o zagueiro Rodrigo por infrações na partida contra o Corinthians, em São Januário. O clube responderá pela ação da torcida e por atrasar o início do segundo tempo, enquanto o defensor por atingir o rosto de Malcom com um chute no rosto e foi expulso.

Na súmula da partida ocorrida na semana passada, o árbitro Anderson Daronco informou os problemas ocorridos no jogo:

- Após o término do primeiro tempo da partida, quando a equipe de arbitragem se dirigia em direção ao acesso do túnel de entrada dos vestiários, presenciamos o arremesso de um copo plástico contendo um líquido não identificado, na direção dos árbitros, oriundo do setor de arquibancada destinado a torcida da equipe do Vasco, não tendo atingido qualquer pessoa.


Além do arremesso, o Vasco retornou para o segundo tempo dois minutos após o horário permitido e gerou um atraso no reinício do jogo.

Pelos fatos, a Procuradoria denunciou o Vasco por infração aos artigos 213, inciso III (deixar de prevenir e reprimir lançamento de objeto) e 206 (deixar de apresentar a sua equipe em campo até a hora marcada para o início ou reinício da partida), ambos do CBJD. O arremesso do objeto pode render multa de até R$ 100 mil e a pena pelo atraso é de multa de até R$ 1 mil por minuto.

O ato de Rodrigo foi enquadrado como jogada violenta, conforme descrito no artigo 254 do CBJD. A pena prevista ao defensor é de suspensão que pode variar entre uma e seis partidas.

Liberada a denúncia, o processo foi encaminhado para a secretaria do STJD do Futebol que definirá sessão e data de julgamento.