HOME - Entrevista coletiva no Vasco - Eurico Miranda (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

HOME - Entrevista coletiva no Vasco - Eurico Miranda (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

LANCE!
19/02/2016
11:15
Rio de Janeiro (RJ)

Insatisfeito aos ver os rivais disputando a Copa Sul-Minas-Rio, o Vasco acionou a Ferj pedindo "medidas urgentes" contra Flamengo e Fluminense. No entanto, a investida de Eurico Miranda não teve sucesso, porque a entidade presidida por Rubens Lopes explicou que não há irregularidades na realização das partidas da dupla Fla-Flu, dizendo não ao desejo do Vasco.

Em documento enviado quarta-feira à Ferj, o presidente cruz-maltino, Eurico Miranda, citou decisões tomadas em reuniões em dezembro e janeiro, dando conta de que o clube que jogasse competições não autorizadas pela Ferj perderia a cota de televisão.

O Vasco prosseguiu alegando que a Ferj, depois de acordo com a CBF, só autorizou a realização de partidas amistosas - em datas que não conflitassem com o Estadual -, mas que tanto Fla como Flu "parecem não estar cumprindo os deveres e obrigações da série de regramentos" da Ferj e da CBF.

No dia seguinte, Rubens Lopes respondeu, também por ofício, dizendo que a Ferj autorizou a participação do Flamengo na partida de quarta-feira, contra o América-MG, sob o argumento de que "a partida seria disputada em caráter amistoso" e, portanto, "não vê, até o momento, razões para aplicar sanções ao clube".

Esse é mais um capítulo da briga entre Vasco, Flamengo e Fluminense por causa da Copa Sul-Minas-Rio. Eurico sempre bradou que a disputa é irregular. A Ferj chegou a compartilhar o mesmo pensamento, mas teve que se curvar, diante do acerto feito junto à CBF, já que a competição em 2016 tem caráter amistoso.