Corinthians x Osasco Audax

Jogadores do Audax disparam no meio de campo após a classificação histórica (Foto: ALE CABRAL/Lancepress!)

LANCE!
23/04/2016
21:35
São Paulo (SP)

O grande nome da classificação histórica do Osasco Audax diante do Corinthians no Campeonato Paulista foi Tchê Tchê. E o herói da noite em Itaquera carregará algumas curiosidades para a primeira final da trajetória dos comandados por Fernando Diniz. Além do nome fora do usual, o meia ainda usa a camisa 2 e é ambidestro. Com a esquerda fez um golaço no tempo normal. Com a direita, cobrou pênalti no mesmo ângulo superior direito.

- Eu vinha sendo cobrado porque ainda não tinha feito gol na competição e tal, sempre rolava uma brincadeira com os companheiros. Na hora eu dominei a bola, vi que ninguém se aproximou muito e chutei. Não foi muito pensado, não, mas é treinamento. É uma facilidade que tenho, ser ambidestro. Consigo trabalhar bem com as duas pernas - celebrou o habilidoso jogador.

Depois de brincar com a grande atuação e o fim da seca de gols, Tchê Tchê quis desabafar. Para o meia, houve quem apostasse em goleada do Corinthians mesmo após o Audax ter aplicado 4 a 1 no São Paulo nas quartas de final. Agora, a meta dos osasquenses é mostrar que o trabalho de três anos na elite poderá render o inédito título do torneio estadual.

- A gente sabia que seria um desafio muito difícil pela grandeza do Corinthians. A gente tem muita qualidade, treinamos bastante. Não é um desabafo, mas uma vitória da amizade. Muito foi dito, que a gente ia tomar uma goleada, mas a gente é muito humilde - destacou o camisa 2.

O rival do Audax na final será decidido neste domingo, às 16h, entre Santos e Palmeiras. O Peixe, assim como o Corinthians, só terá como vantagem na partida semifinal o fato de atuar em casa, na Vila Belmiro.