Sport x Cruzeiro - Diego Souza

                Diego Souza, que perdeu pênalti, em disputa com Marcos Vinícius na Ilha do Retiro (Foto: Allan Torres)

LANCE!
16/11/2016
23:43
Recife (PE)

O Cruzeiro praticamente assegurou sua permanência na elite do Campeonato Brasileiro. Com pênalti desperdiçado por Diego Souza, que assumiria de maneira isolada a artilharia do Brasileirão e é conhecido carrasco celeste, a Raposa derrotou o Sport, na lha do Retiro, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira. Clique aqui e confira os detalhes do jogo válido pela 35ª rodada da competição.

Agora na 11ª colocação, o Cruzeiro foi aos 47 pontos, abrindo nove pontos em relação ao Internacional, time que abre a zona de rebaixamento, com 38 e pode chegar aos 41 nesta quinta. Já o Sport segue com 43 e continua na 14ª posição.

PRÓXIMOS JOGOS

O Sport voltará a atuar pelo Brasileirão no próximo domingo, quando visitará o Atlético-PR, na Arena da Baixada, às 17h. Já o Cruzeiro, no mesmo dia e horário, receberá o Santos, no Mineirão.

BOM JOGO, PÊNALTI PERDIDO E GOL CELESTE

Um primeiro tempo repleto de alternativas, com ambos os times buscando o gol, trabalhando a bola em busca de espaços. Nem Sport ou Cruzeiro entraram em campo apostando em contra-ataques, aguardando erros dos adversários. Tais posturas garantiram diversas chances de gols na etapa inicial.


O Cruzeiro tentou tomar para si as rédeas do jogo, buscando pressionar o Sport. Sport que equilibrou as ações com o passar dos minutos. A chance desperdiçada por Rogério iniciou uma sequência de oportunidades de gols. Willian, aos 33 minutos, recebeu sem marcação e viu Magrão evitou o gol celeste. Everton Felipe garantiria a resposta rubro-negra pouco depois.

Carrasco do Cruzeiro, com nove gols em 18 jogos contra a Raposa até o duelo desta quarta, Diego Souza teve a chance de ampliar a marca, após sofrer pênalti de Lucas Romero. Mas o camisa 87 mandou a bola no travessão, aos 41, mantendo o bom retrospecto de Rafael em penalidades máximas. Eis que no minuto seguinte, Henrique aproveitou a sobra de Magrão e abriu o placar.

SPORT BUSCA O EMPATE, MAS A VITÓRIA É CELESTE

O Sport voltou para a etapa final tentando ser efetivo, o que não havia acontecido nos primeiros 45 minutos, quando criou diversas chances, mas não teve mostrou eficácia ao concluir. Já o Cruzeiro teve como primeiro objetivo conter o ímpeto rival para, com a bola, buscar o segundo gol que o deixaria próximo do triunfo.

E o Sport chegou a pressionar o Cruzeiro. Diego Souza e Rogério tiveram boas oportunidades. O Leão chegava com perigo ao gol de Rafael, mas seguia deixando a desejar no momento de concluir. Já a Raposa teve apenas uma boa chance de ampliar, quando Ábila recebeu em boa condição, mas finalizou para a defesa de Magrão.  O Rubro-Negro foi valente, mas o empate não veio. Mérito celeste, que fica em ótima situação para as rodadas finais.

FICHA TÉCNICA
SPORT 0 X 1 CRUZEIRO


Local: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data-hora: 16/11/2016 – 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Auxiliares: Rodrigo F. Henrique Correa (Fifa-RJ) e Bruno Raphael Pires (Fifa-GO)
Público/Renda: 25.477 presentes/124.790,00
Cartões amarelos: Neto Moura e Ruiz (SPT). Marcos Vinícius e Rafael Sóbis (CRU)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Henrique, 42'/2ºT (0-1).

SPORT: Magrão, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Renê; Rithely, Neto Moura (Ronaldo, 5'/2ºT), Diego Souza e Everton Felipe (Lenis, 25'/2ºT); Rogério e Ruiz (Túlio de Melo, 30'/2ºT) – Técnico: Daniel Paulista.

CRUZEIRO: Rafael; Lucas Romero, Leo, Manoel e Bryan; Henrique, Ariel Cabral, Marcos Vinícius (Alex, 13'/2ºT) e Arrascaeta (Ezequiel, 30'/2ºT); Rafael Sóbis e Willian (Ramón Ábila, 36'/2ºT) – Técnico: Mano Menezes.