Campinense-PB x Sport

Roger Gaúcho teve atuação destacada diante do Sport (Foto: Pablo Kennedy/Lancepress!)

LANCE!
17/04/2016
18:27
Campina Grande (PB)

O Campinense está vivo na luta pelo bicampeonato da Copa do Nordeste. Após vencer o Sport por 1 a 0 neste domingo - devolvendo o placar da vitória do Leão na última quarta-feira, a Raposa de Campina Grande fez 3 a 1 na disputa dos pênaltis e garantiu a classificação para a final do torneio.

Rodrigão marcou o gol durante a etapa regulamentar, que foi amplamente dominada pelo time paraíbano. Nos pênaltis, Joésio, Jussimar e Chapinha converteram. Tiago Sala perdeu, mas o Sport desperdiçou com Luiz Antônio, Renê e Johnathan Goiano. Só Diego Souza converteu para o Leão da Ilha.

Campeão da Copa do Nordeste em 2013, o Campinense terá como adversário o Santa Cruz, que neste domingo eliminou o Bahia na Arena Fonte Nova.

A primeira partida da final acontecerá no próximo dia 27. A grande decisão será no dia 1 de maio. Por ter melhor campanha no geral, o Campinense decidirá a Copa do Nordeste no Estádio Amigão.

DRAMA E FESTA NO ESTÁDIO AMIGÃO

Muitos passes errados, poucas chances claras. Assim foi o primeiro tempo no Amigão. Precisando da vitória, o Campinense foi superior ao Sport, assim como no jogo  de ida, na Ilha do Retiro. Pela direita, Roger Gaúcho deu muito trabalho aos defensores do Leão, mas não teve o capricho no último passe para que a meta de Danilo Fernandes fosse ameaçada. O centroavante Rodrigão foi quem levou mais perigo, em chutes de fora da área que saíram rente às traves.

O Sport, por sua vez, voltou a apresentar um futebol fraco. Mesmo com cinco jogadores de meio-campo, o time de Falcão correu atrás do adversário. Além disso, o Leão da Ilha não encaixou nenhum contra-ataque. Gledson foi para o intervalo sem ser exigido.

Na volta do intervalo, o Campinense seguiu insistindo no ataque pela direita, e foi recompensado. Nas costas de Renê, Jussimar chegou à linha de fundo e cruzou na segunda trave. Rodrigão, bem posicionado, escorou para o fundo da rede: 1 a 0, placar que, persistindo até o fim, levava a decisão para os pênaltis.

E foi o que aconteceu. O Campinense ensaiou uma pressão sobre o Sport, que conseguiu segurar o ímpeto do time mandante, que não teve uma grande chance de marcar o segundo gol, que seria o da classificação.

Enquanto o Campinense buscava o gol, o Sport parecia conformado com o empate - e a consequente decisão por pênaltis. O técnico Falcão segurou a última substituição para colocar o ídolo Magrão no lugar de Danilo Fernandes aos 45 minutos da segunda etapa.

FICHA TÉCNICA
CAMPINENSE 1 (3) X (1) 0 SPORT


Data-hora: 17/04/2016, às 16h
​Local: Estádio Amigão, em Campina Grande (PB)
Árbitro: Charles Hebert Cavalcante Ferreira (AL)
Assistentes: Rodrigo Guimarães Pereira (SE) e Eric Nunes Costa (SE)
Renda/Público: R$ / pagantes

Cartões amarelos: Tiago Sala, Roger Gaúcho (CAM); Samuel Xavier, Luiz Antônio, Lenis (SPO). 
Cartão vermelho: Não houve.

Gols: Rodrigão (1-0, 16'/2ºT).

CAMPINENSE: Gledson; Fernando Pires, Joezio, Tiago Sala e Danilo; Negretti, Magno, Filipe Ramon (Adalgiso Pitbull, Intervalo) e Roger Gaúcho (Chapinha, 37'/2ºT); Raul (Jussimar, 12'/2ºT) e Rodrigão - Técnico: Francisco Diá.

SPORT: Danilo Fernandes (Magrão, 45'/2ºT); Samuel, Oswaldo Henriquez, Matheus Ferraz e Renê; Ronaldo, Serginho, Lenis (Johnathan Goiano, 17'/2ºT), Luiz Antônio e Mark Gonzalez (Vinícius Araújo, 32'/2ºT); Diego Souza - Técnico: Paulo Roberto Falcão.