Américo-MG x Criciúma

Em jogo morno, América-MG e Criciúma empatam sem gols no Independência - Frame/Premiere

Alexandre Corrêa
22/08/2017
23:22
Belo Horizonte (MG)

América-MG e Criciúma fizeram um jogo morno, terminando em 0 a 0, na noite desta terça-feira, na Arena Independência. O Coelho teve algumas oportunidades a mais que o Tigre, mas não soube capitalizar sua posse de bola em gols. Com o resultado, a equipe mineira se manteve na liderança da Série B, com 41 pontos, apenas dois a mais que o Inter, que ainda joga na rodada. O Tigre é o nono, com 31, três a menos que o Ceará, quarto colocado.

O JOGO

Querendo se manter na liderança da Série B, o América-MG enfrentou um Criciúma buscando se aproximar do G4. Na 11ª posição, o Tigre, com uma vitória sobre o Coelho, ficaria a um ponto apenas do Ceará, quarto colocado. Já a equipe mineira poderia abrir quatro pontos de vantagem em relação ao Inter, vice-líder.

No primeiro tempo, o América tentou se impôr, por jogar diante do seu torcedor. Bill se movimentava bastante na frente, esperando receber em profundidade de Renan Oliveira, mas a bola nã oestava chegando. Quando chegou, o assistente marcou, erroneamente, impedimento, anulando duas boas jogadas que poderiam resultar em gol do Coelho. O Tigre, por sua vez, não conseguiu criar perigo algum ao gol de João Ricardo, se preocupando apenas em defender a sua meta. No intervalo, um 0 a 0 sem sal.

Na etapa final, o Criciúma resolveu arriscar um pouco mais. Continuava fechado, mas de vez em quando conseguia sair em velocidade e passou a oferecer perigo ao gol adversário. O América ainda tinha muita dificuldade em fazer a bola chegar com qualidade ao seu atacante, que permanecia bem marcado pelo sistema defensivo dos catarinenses. As bolas paradas eram as poucas vezes que o goleiro Luiz se via ameaçado.

No geral, foram mais 45 minutos de poucas oportunidades, mantendo o empate sem gols até o final da partida. Com o resultado, o América perdeu a chance de aumentar para quatro pontos sua vantagem para o Internacional, que cresceu para apenas dois pontos. O Tigre também perdeu a oportunidade de se aproximar do G4, ficando na nona posição, a três pontos do Ceará.