Bruno com a camisa do Boa Esporte

Boa Esporte já perdeu três patrocinadores desde a contratação de Bruno (Reprodução)

RADAR / LANCE!
13/03/2017
12:27
Varginha (MG)

A contratação de Bruno continua a render dores de cabeça para o Boa Esporte. Nesta segunda-feira, o clube mineiro viu mais dois patrocínios optarem por romper vínculo devido à chegada do goleiro.

A empresa cardiológica Cardiocenter Varginha decidiu deixar de ter sua imagem ligada ao clube boveta. Em seguida, a Magsul, clínica de ressonância magnética, emitiu uma nota oficial oficializando a rescisão:

"Informamos que a Magsul rescindiu seu apoio e patrocínio ao Boa Esporte Clube".

Anteriormente, a empresa de suplementos nutricionais Nutrends Nutrition anunciou sua quebra contratual do acordo com o clube mineiro. Segundo o "Estado de Minas", a fornecedora esportiva Kanxa não descarta deixar de fabricar os uniformes da equipe.

Bruno deixou a cadeia em 24 de fevereiro, devido a um habeas corpus concedido pelo STF. O jogador de 32 anos recorrerá em liberdade o recurso do processo que o condenou a 22 anos e três meses de prisão por sequestro, morte e ocultação de cadáver da modelo Eliza Samudio,