Luis Felipe Chateaubriand em reunião na CBF (Foto: Rener Pinheiro / CBF)

Luis Felipe Chateaubriand em reunião na CBF (Foto: Rener Pinheiro / CBF)

Igor Siqueira
12/04/2016
14:11
Rio de Janeiro (RJ)

O consultor Luis Felipe Chateaubriand, que atuou ao lado do Bom Senso e da Universidade do Futebol, decidiu deixar o grupo de trabalho ligado ao Comitê de Reformas da CBF que está discutindo um novo calendário para o futebol brasileiro.

Chateaubriand participou normalmente das atividades recentes do grupo de trabalho, que se reuniu semana passada na sede da CBF. No entanto, por não concordar com o rumo das atividades e ideias discutidas, pediu para sair.

Apesar da relação estreita com o Bom Senso, Chateaubriand não foi colocado no grupo como representante do movimento de jogadores, mas como estudioso do calendário.

O grupo de trabalho tem a participação de nomes de diversas esferas do futebol, como ex-jogadores Ricardo Rocha, Edmilson e Carlos Alberto Torres, presidentes de federação e dirigentes da CBF.

Segundo o LANCE! apurou, uma das ideias sugeridas por Chateaubriand que foi rejeitada pelo colegiado foi a disputa do Brasileirão desde o começo da temporada, sempre aos fins de semana. 

Na CBF, a medida pegou integrantes do grupo de trabalho de surpresa. A entidade recebeu um e-mail de Chateaubriand nesta segunda-feira no qual, em tom respeitoso, ele expôs a razão para a saída e se colocou à disposição, ressaltando a não concordância com as ideias.​