Clássico terá esquema especial de segurança (Foto: Reprodução)

Clássico entre Vasco e Flamengo terá esquema especial de segurança (Foto: Reprodução)

João Matheus Ferreira 
12/02/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Um dos jogos mais esperados deste início de temporada, o clássico entre Vasco e Flamengo, domingo, às 17h, em São Januário, teve o esquema de segurança finalizado na tarde de quinta-feira, em reunião no 4º Batalhão da Polícia Militar (São Cristovão). Ao todo, serão deslocados 500 policiais (250 do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios, o Gepe, e 250 do 4º BPM), auxiliados pelo batalhão de choque, cavalaria e cães. O procedimento será semelhante ao jogo entre Vasco e Corinthians, pelo Brasileirão do ano passado. A partida marcou o título da equipe paulista e poderia significar a queda do Cruz-Maltino.

Naquela oportunidade, não houve nenhum confronto grave entre as torcidas. Os corintianos vieram em quase 30 ônibus, divididos em três grupos, e quando chegavam ao estádio entravam já eram conduzidos direto às dependências internas. Como a torcida do Flamengo não irá em caravana, pois todos residem no Rio, o Gepe vai escoltar todas as torcidas organizadas rubro-negras em um único grupo. As do Vasco, como de costume, também serão escoltadas.

- Vamos fazer escolta em bloco único das organizadas do Flamengo, acredito que em torno de 500 ou 600 torcedores, mais ou menos. Não vamos divulgar o ponto de encontro por medidas de segurança, mas todos chegarão ao estádio devidamente escoltados. O torcedor normal vai para São Januário como costuma ir para o Maracanã, mas até visando uma segurança maior, o local de acesso da torcida do Flamengo será isolado - comentou o major Silvio Luiz.


Também ficou decidido na reunião que o escoltamento do ônibus que leva a delegação do Flamengo a São Januário será nos moldes daquela partida com o Corinthians. Um grande cordão de isolamento será feito na rua Francisco Palheta para afastar os vascaínos. A diretoria do Cruz-Maltino, antes mesmo da reunião de segurança, já havia se colocado à disposição para separar camarotes para a diretoria do Flamengo, cabine para a comissão técnica e sala de imprensa para a coletiva. Um segurança do Vasco irá acompanhá-los.

- Vamos fazer a escolta do ônibus no mesmo esquema que foi feito contra o Corinthians e é feito com os clubes que têm rivalidade com o Vasco. Teremos apoio da cavalaria e do 4º Batalhão na retirada de todos os torcedores com um cordão de isolamento para que o ônibus passe sem problema - disse Silvio Luiz.

A carga total de ingressos à venda é de 18.900 - cinco mil já foram vendidos, sendo 600 da parte do Flamengo. Destes, 17 mil são destinados à torcida do Vasco, enquanto 1.900 serão do Rubro-Negro. Há, ainda 1.700 gratuidades exigidas por lei, o que dá um total de 20.600 de capacidade máxima. Segundo consta na ata da partida no site da Ferj, a estimativa é de 20 mil presentes.

A recomendação da PM é que o torcedor do Flamengo evite transitar com a camisa no entorno de São Januário. Quando chegar, vá direto para o setor do clube. O local dos visitantes será isolado; só entra quem tiver ingresso na mão.

INGRESSOS
Arquibancada Vasco: R$ 80 inteira (R$ 40 meia)
Arquibancada Flamengo: R$ 80 inteira (R$ 40 meia)
Cadeira social Vasco: R$ 120 inteira (sócios pagam meia)

Internet: www.futebolcard.com

Pontos de venda:
VASCO: Bilheterias de São Januário (9 para não sócio e loja para sócio), Calabouço (Rua Jardel Jercules, s/n, Centro), e lojas Gigante da Colina (Center Jacarepaguá, Jardim Guadalupe, Carioca Shopping, Boulevard Rio e Caxias)

FLAMENGO: sede náutica do Vasco (General Tasso Fragoso, 65, Lagoa)

NÃO HAVERÁ VENDA OU RETIRADA DE INGRESSOS EM SÃO JANUÁRIO NO DIA DO JOGO.

RUAS INTERDITADAS NO DOMINGO (DAS 13H ÀS 20H)
- Rua São Januário, no trecho entre a Rua Dom Carlos e Rua Bonfim;
- Rua General Argolo, no trecho entre a Rua Teixeira Júnior e Rua São Januário;
- Rua Bonfim, faixas sentido Estádio São Januário, no trecho entre a Rua Newton Prado e a Rua São Januário;
- Rua Francisco Palheta no trecho entre a Rua São Januário e a Rua Ricardo Machado;
- Rua General Almério de Moura no trecho entre a Rua Ricardo Machado e Rua Dom Carlos.