Ribamar, do Botafogo, e Riascos, do Vasco

Ribamar, do Botafogo, e Riascos, do Vasco: quem vai se dar melhor neste domingo? (Fotos: Arquivo LANCE!)

David Nascimento e Vinicius Britto
01/05/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Irreverentes e candidatos a protagonistas na decisão do Carioca. Depois de um começo de ano sem grandes expectativas, Ribamar e Riascos aproveitaram as chances dadas por Ricardo Gomes e Jorginho e comandam os ataques dos seus times na final do Carioca neste domingo, às 16h, no Maracanã. O site do LANCE! transmite o jogo em tempo real.

A trajetória de Ribamar no Botafogo é marcada pela ascensão meteorica. Depois de disputar a Copinha em janeiro – marcando dois gols – ele foi integrado ao elenco principal. Apesar da timidez normal para a idade (18 anos), se destacou nos profissionais e não desperdiçou a chance. Com gols em clássicos e boas partidas em sequência, ele surpreende à todos pela idade e pelo porte físico avantajado:

– Ribamar é importante. Tem uma força que incomoda os zagueiros e tem muita mobilidade. Está trabalhando e assimila tudo muito rápido. Interessante para um jogador de 18 anos. O que ele evoluiu, desde janeiro, é impressionante – disse Ricardo Gomes durante a semana.

Riascos também é um caso à parte. Criticado pela maioria da torcida vascaína no ano passado, deu a volta por cima no Carioca. Tornou-se artilheiro (nove gols) e peça-chave do Cruz-Maltino, decisivo em clássicos e sempre irreverente. Além do mais, a obediência tática do atacante colombiano é valorizada constantemente por Jorginho:

– O Riascos é um jogador que tem tido um destaque porque tem sido obediente. Tem dado trabalho aos zagueiros, não se contenta em ser pivô. É um jogador que se movimenta bem, joga em velocidade, e isso dificulta para o adversário. Além da penetração na diagonal, faz bem o pivô. A torcida está vendo isso e está nos ajudando muito para as vitórias – disse o técnico do Cruz-Maltino.

Na tarde deste domingo, os dois entram em campo como a principal esperança de gols de suas respectivas equipes. De um lado, o garoto da Cidade de Deus que vive sua primeira experiência profissional no Maracanã. Do outro, o colombiano carismático que caiu nas graças da torcida pelas boas exibições e busca a cereja do bolo, que seria o título. Ingredientes não faltam para um grande jogo!

ASCENSÃO DE RIBAMAR

Profissionais
Depois de se destacar na Copinha, Ribamar foi chamado para incorporar os profissionais na pré-temporada alvinegra, em Domingos Martins. E se destacou.

Titularidade
Com isso, Ribamar passou à frente de Luis Henrique e virou o titular do Botafogo no começo do ano. Ricardo Gomes via nele uma boa opção para fazer o pivô por conta do bom porte físico.

Gols em clássicos
Ribamar desencantou em um clássico contra o Fluminense, em Cariacica. Desde então, virou carrasco do rival. Marcou outras duas vezes e se destacou nos clássicos. Contra o Flamengo, foi bem e sofreu pênalti de Wallace. Contra o Vasco, deu muito trabalho.

VOLTA POR CIMA DE RIASCOS

Chegada ao Brasil
Chegou ao Brasil em 2015 para defender o Cruzeiro como solução na Libertadores, mas não deu certo e foi emprestado ao Vasco. Em São Januário, no início, também não apresentou um bom futebol, com a torcida o apelidando de “Fiascos”.

Jorginho ajuda
Depois que o técnico Jorginho chegou ao Vasco, Riascos começou a apresentar indícios de melhora em campo. Foi peça fundamental na ascensão na tentativa de escapar do rebaixamento – o que acabou não conseguindo no fim.

De bem com a vida
Neste ano, Riascos voltou de bem com a vida e passou a ser incontestável na posição. Fez ainda a diretoria iniciar conversa para que permaneça.