Daniel Nepomuceno

Conversas já começaram, mas Daniel ainda não decidiu sobre o futuro técnico do Galo (Bruno Cantini/Atlético-MG)

RADAR/LANCE!PRESS
27/11/2015
19:32
Belo Horizonte (MG)

Um dia após encerrar seu vínculo com Levir Culpi, o presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, já começou as conversas para encontrar um novo treinador para o clube. No entanto, o mandatário negou que o anúncio será feito nas próximas horas ou dias. Durante essa tarde de sexta-feira, o nome de Muricy foi bastante ventilado na imprensa mineira, e o treinador já estaria em Belo Horizonte para definir seu futuro, o que foi negado por Nepomuceno.

- Ontem (quinta-feira) que o Levir saiu, hoje começamos a conversar com algumas pessoas, mas vou trazer o treinador com muita calma, alguém para disputar cinco campeonatos e ser campeão pelo menos de três. Esse desespero de querer que eu anuncie hoje é tudo mentira, não estive com treinador nenhum. Claro que não podemos demorar, outros clubes também estão buscando, mas a decisão também não pode ser com duas semanas ainda para acabar o campeonato – comentou o presidente, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Antes de voltar o planejamento todo para o ano que vem, o Atlético ainda tem dois jogos pelo Brasileirão. Neste domingo, o clube enfrenta o Grêmio em Porto Alegre, precisando de pelo menos um empate para confirmar de vez a segunda colocação na tabela. A expectativa é de que o presidente anuncie o novo treinador pelo menos a partir da semana que vem, antes do último compromisso da equipe no ano.

- Não está contratado (o técnico), seria uma irresponsabilidade muito grande trazer um técnico correndo para um ano tão complexo como 2016.

Questionado sobre os nomes especulados para assumir o clube, como Muricy, Sabella e Cuca, Daniel, mais uma vez, não citou nomes, mas confirmou que a procura do clube não irá fugir dos atualmente especulados.

- Estão (veículos da imprensa) no caminho certo, existem poucos treinadores disponíveis, com o contrato livre, estamos conversando com alguns. Mas o técnico tem que querer treinar o Atlético, não adianta entrar em concorrência e diminuir o tamanho do clube. Tem que olhar nos meus olhos, apresentar uma proposta que me faça acreditar que ele está vindo para ser campeão. Isso não será em um dia ou dois. Realmente tenho um prazo para isso, mas vou fazer com calma e sentar com todos aqueles que estou imaginando que terão resultados – complementou.