Rubens Lopes (Foto: Paulo Sergio/LANCE!Press)

Rubens Lopes diz que cobrará CBF para que estatuto seja cumprido (Foto: Paulo Sergio/LANCE!Press)

RADAR / LANCE!
26/01/2016
11:37
Rio de Janeiro (RJ)

A polêmica entre a CBF e a Primeira Liga voltou a ser alvo de críticas do presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), Rubens Lopes. Em entrevista ao blog "Bastidores FC", o dirigente revelou que exigirá um posicionamento mais preciso da CBF, e utilizou palavras fortes sobre os integrantes da Primeira Liga:

- A Ferj vai cobrar da CBF que ela cumpra o estatuto dela e da Fifa, obrigatoriamente. Alguns lutam pela legalidade, outros por atitudes de milicianos. Os milicianos estão com a razão? Depende, a CBF é que vai decidir. Se vai ficar do lado legal, ou do lado da milícia.

Em seguida, Rubens Lopes voltou suas críticas para a dupla Flamengo e Fluminense. Segundo o dirigente, os clubes não têm coragem para se afastar oficialmente da Ferj:

- Falta coragem para desfiliar. Eles querem, de verdade, que alguém tome a iniciativa por eles. Se eles não querem ficar, eles que saiam. Agora, cadê a coragem para fazer isso? Não tem. Basta um simples requerimento. Agora, como falta coragem para isso estão jogando para a torcida, transformar em um movimento político, transformar ações milicianas em ações legais, afrontando a Justiça Desportiva, a CBF, tudo...

O presidente da Ferj ainda acusou os clubes da Primeira Liga de não estarem pensando no progresso do futebol brasileiro:

- Estão olhando para o próprio umbigo. Se estivessem pensando no futebol do país, estariam conversando e não tomando esse tipo de atitude. É atitude de alguém que é elitista, que está olhando para o próprio umbigo, uma briga pelo poder e nunca pelo futebol. Nunca, pelo futebol. Alguns têm torcida, mídia, e usam isso distorcendo informações. Querem ignorar isso tudo? Ignorem, vão para o combate! O que tem de ficar claro é que são anarquistas.