LANCE!
23/11/2015
15:13
Porto Alegre (RS)

A Empresa Pública de Transporte e Circulação de Porto Alegre (EPTC) emitiu, nesta segunda-feira, nota comunicando que 13 ônibus foram depredados por torcedores do Grêmio durante o deslocamento das torcidas organizadas para o Gre-Nal 408 do último domingo, no Beira-Rio. O prejuízo, estimado em cerca de R$ 20 mil, será de responsabilidade dos clubes, assim como havia sido combinado entre Inter, Grêmio e a EPTC.

A lista de estragos conta, por exemplo, com janelas e vidros quebrados, câmeras de monitoramento danificadas, lâmpadas, fios e balaústres arrancados e uma porta que caiu após receber chutes. Tais veículos ficarão fora de operação por alguns dias para a manutenção.

– É inconcebível este tipo de atitude por parte de algumas pessoas que nem podem ser chamadas de torcedores, mas baderneiros, irresponsáveis, mais preocupados em destruir o que encontram pela frente do que realmente torcer pelos seus clubes. Os usuários do transporte coletivo são os mais prejudicados. Mas os vândalos não pensam nisso, só querem mesmo é causar danos – destacou Vanderlei Cappellari, diretor-presidente da EPTC.

Caso os responsáveis pelo vandalismo sejam identificados, o prejuízo será repassado aos próprios torcedores. Segundo a EPTC, no Gre-Nal do primeiro turno do Brasileirão, na Arena, foram 11 os veículos depredados.