HOME - Botafogo x Bahia - Série B - Willian Arão (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)

Willian Arão gerou desentendimento entre Flamengo e Botafogo (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)

RADAR/LANCE!
08/04/2016
11:17
Rio de Janeiro (RJ)

Irritada com o Flamengo pela contratação polêmica do volante William Arão, ao fim da temporada passada, a diretoria do Botafogo não pretender fazer acordo para que os rubro-negros mandem seus jogos no Estádio Nilton Santos. Em entrevista ao site "Globoesporte.com", o presidente alvinegro Carlos Eduardo Pereira afirmou que enquanto os flamenguistas "não resolverem" a questão do volante, que saiu de graça de General Severiano, não há chances de acontecer algum acordo quanto ao estádio.

- O Nilton Santos é muito bonito, mas não está aberto ao Flamengo, que levantou uma barreira com o caso do Willian Arão, agindo com falta de ética. Se não resolver esse caso, não tem conversa. Não chegou nada até mim. Mas é melhor que não chegue, porque a resposta não vai ser agradável. É melhor que o Flamengo pense em outra coisa - afirmou Carlos Eduardo Pereira, para completar em seguida:

- Não dá para levar muito a sério (o interesse Flamengo no Engenhão), porque seria uma falta de senso. O Flamengo agir como agiu e depois querer conversar.

Arão jogou pelo Botafogo em 2015. Para renovar o contrato automaticamente, o Botafogo depositou R$ 400 mil para o volante, que devolveu o dinheiro para acertar com o Flamengo. A briga entre as partes foi parar na Justiça, mas ainda não houve uma definição para o caso. O Alvinegro quer ser ressarcido pelo Rubro-Negro.

A falta de estádio para o Flamengo é agravada com a chegada da Olimpíada, que será disputada em agosto. Com isso, Maracanã e o Estádio Nilton Santos estão cedidos ao Comitê Olímpico, fazendo com que o Rubro-Negro viaje muito para jogos do Estadual.