LANCE!
27/07/2016
21:19
Campinas (SP)

Dominando o Figueirense desde o início do jogo, a Ponte Preta goleou o Figueirense por 5 a 0 na noite desta quarta-feira, no Moisés Lucarelli, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil e se garantiu nas oitavas de final da competição. Thiago Galhardo, duas vezes, Douglas Grolli, Matheus Jesus e Roger, que ainda perdeu um pênalti, garantiram o elástico e justo triunfo da equipe campineira.

Já o Figueirense precisa aguardar os resultados dos jogos de Santos e Fluminense para saber se poderá ingressar na Copa Sul-Americana. Caso um dos dois se classificar às oitavas de final da Copa do Brasil, a equipe catarinense vai para a competição sul-americana.

PRÓXIMOS JOGOS

A Ponte Preta – que aguarda o sorteio da próxima terça para conhecer seu adversário na Copa do Brasil – voltará a atuar no próximo domingo, dia 31, quando visitará o Fluminense, em Édson Passos, às 11h. Já o Figueirense, um dia antes, receberá o Vitória, no Orlando Scarpelli, às 18h30.

SOBERANA, PONTE ABRE VANTAGEM 

A Ponte Preta tratou de tomar para si as rédeas do jogo desde os primeiros minutos. Diante de um rival recuado e buscando os contra-ataques, os comandados de Eduardo Baptista foram eficazes logo aos três minutos. A investida pela esquerda de Rhayner terminou com a bela conclusão de primeira de Thiago Galhardo. Ponte 1 a 0. Sem mobilidade no setor de criação, a equipe catarinense não mostrou repertório ofensivo, ficando refém de bolas paradas.

Sem dificuldade para trabalhar a bola no campo de defesa adversário, a Ponte teve chance para ampliar aos 30, após polêmico pênalti marcado pelo árbitro Paulo H. Schleich Vollkopf de Elicarlos em Rhayner, já que o contato ocorreu centímetros antes da linha da pequena área. Roger cobrou a penalidade, mas Thiago Rodrigues fez ótima defesa. Mas o segundo gol da Ponte viria aos 33. Cobrança de falta, cabeçada de Grolli, falha do goleiro e Ponte 2 a 0. Vitória parcial e incontestável da Ponte.

GOLEADA DA PONTE EM CAMPINAS

O Figueirense até tentou, mas não mostrou qualidade para sequer ameaçar a Ponte na etapa final, buscar um gol e tentar a classificação. Sem a inspiração necessária, a equipe catarinense seguiu sendo envolvida pela Ponte. E o terceiro gol não tardou a vir. Jogada de Clayson pela esquerda, cruzamento e cabeçada indefensável de Thiago Galhardo, aos sete minutos.

Sem conseguir esboçar reação, o Figueirense ainda não soube conter o ímpeto da Ponte, que não diminuiu o ritmo. Matheus Jesus recebeu passe de Roger e finalizou na saída de Thiago Galhardo, aos 32. Pouco depois, foi a vez de o centroavante guardar o seu, se redimindo do pênalti perdido. Ponte 5 a 0, festa da torcida e sinal amarelo logado no Figueira, que integra a zona de rebaixamento do Brasileirão. 

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 5 X 0 FIGUEIRENSE


Local: Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
Data-hora: 27/7/2016 – 19h30
Árbitro: Paulo H. Schleich Vollkopf (MS)
Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Leandro dos Santos Ruberdo (MS)
Público/Renda: 4.351 pagantes/R$ 33.810,00.
Cartões amarelos: João Vitor, Giva, Thiago Galhardo (PPO); Bady, Ayrton Elicarlos, Werley (FIG)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Thiago Galhardo, 3'/1ºT(1-0); Douglas Grolli, 33'/1ºT(2-0); Thiago Galhardo, 8'/2ºT(3-0) e Matheus Jesus, 32'/2ºT(4-0) e Roger, 34'/2ºT(5-0).

PONTE PRETA: João Carlos, Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Maycon e Thiago Galhardo (Matheus Jesus, 18'/2ºT); Rhayner (Giva, 35'/1ºT) Roger e Clayson (Léo Cereja, 31'/2ºT) – Técnico: Eduardo Baptista.

FIGUEIRENSE: Thiago Rodrigues, Ayrton, Werley, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Elicarlos (Ortega, 43'/1ºT), Jefferson, Yago e Bady; Dodô e Rafael Moura – Técnico: Argel Fucks.