Pelé

Centro de Excelência Pelé Academia de Futebol será em Resende (Foto: Ana Colla/Divulgação)

Luiza Sá
02/08/2016
23:15
Rio de Janeiro (RJ)

Na noite desta terça-feira, Pelé fez o lançamento de seu Centro de Excelência Pelé Academia de Futebol, que será em Resende, interior do Rio de Janeiro, para jovens de 11 a 20 anos. O evento aconteceu na zona sul da capital e apresentou o projeto, que consiste na descoberta, preparação e treinamento de atletas em conexão com a educação.

Há 47 anos o santista havia dedicado seu milésimo gol da carreira às crianças, dizendo que o Brasil precisava lutar pelo futuro delas. Personagem da noite, ele disse que seu objetivo finalmente será concluído. A previsão de lançamento é entre agosto e setembro de 2017 e tomou como inspiração o CT do Real Madrid, Barcelona, Atlético de Madrid e o CT do Caju, do Atlético-PR.

- Meu pai me dizia que o mais importante não é fazer gols, mas ler, escrever e passar exemplo para as crianças. Eu tinha muito mais proposta para voltar a jogar do que para fazer um projeto assim. Faço de coração. Em meu milésimo gol, achei que deveríamos lutar pela educação do jovem brasileiro - falou Pelé.

Em parceria com o Resende Futebol Clube, a Academia conta com cinco campos, alojamento para até 128 atletas e uma arena multiuso, além de firmar parceria com universidades internacionais. O diretor executivo do Resende falou sobre a parceria.

- A Pelé Academia vai congregar e formar milhares de jogadores, inclusive replicando o projeto pelo Brasil. Esse é um dos dias mais importantes da história do Resende. Acreditamos nas ideias que Pelé vem defendendo ao longo de sua vida e a função do clube é formar atletas e pessoas. Mais de 95% dos jovens que passam pela base não conseguem se tornar profissionais. Aí está nosso desafio. Queremos dar condições a todos de serem estrelas. Dentro e fora do esporte.

O Rei do Futebol ainda revelou que foi convidado pessoalmente para acender a pira olímpica, mas, por questões contratuais, ainda não sabe se fará parte da cerimônia.

Pelé deu suas impressões sobre a Seleção Brasileira para os Jogos Olímpicos. Confiante, ele admitiu que a pressão para ganhar é forte, principalmente por ser disputado no Brasil, mas elogiou os comandados de Rogério Micale. Além disso, comentou sobre os atletas que vão muito cedo para o futebol europeu.

- Acho que essa é a melhor Seleção do Brasil de todas, apesar de o time já ter chegado em finais antes. Individualmente falando. Quase todos estão na Europa, infelizmente, mas é a melhor. O único problema é a falta de preparo do grupo. Muitas pessoas me perguntaram sobre Neymar ser o capitão. Acho que, pela experiência que ele tem, pode ser sim. A vida particular dele não importa. Todos os jogadores gostam dele, isso é uma coisa boa.

- Infelizmente hoje os jogadores têm de sair para a Europa. Isso é um pouco culpa dos nossos dirigentes, que não pagam aos jogadores o que eles merecem. Antigamente os atletas tinham respaldo no Brasil. Hoje quem decide se vai vender ou não é o empresário - comentou o ídolo, relembrando os casos de jogadores como Gabriel Jesus e Gabigol.