Neste momento, o estreante Novorizontino tem o melhor ataque do Paulistão (foto: Wiliam Lima/Grêmio Novorizontino)

Neste momento, o Novorizontino tem o melhor ataque do Paulistão (foto: Wiliam Lima/Grêmio Novorizontino)

LANCE!
28/03/2016
17:44
São Paulo (SP)

Em seu ano de estreia na elite do futebol paulista, o Grêmio Novorizontino vive uma crescente a cada rodada e tem chances reais de se classificar às quartas de final do Estadual. A equipe ocupa a vice-liderança do Grupo B e é dona do melhor ataque da competição, com 22 gols. O bom momento do time, contudo, tem sido uma pedra no sapato de alguns grandes da capital.

A começar pelo Corinthians. Até a última rodada, o alvinegro vinha repetindo no Paulista o desempenho e as estatísticas da campanha do hexa brasileiro, como líder geral e dono do melhor ataque (21 gols feitos) e da melhor defesa (6 gols sofridos). No entanto, a vitória do Novorizontino sobre o Mogi por 3 a 0 no último fim de semana tirou do Timão o posto de melhor equipe ofensiva. Nada muito preocupante para o único time já classificado para a próxima fase.

Quem realmente está preocupado é o Palmeiras. Lanterna do Grupo B após a derrota para o Água Santa, o Verdão soma apenas 15 pontos, atrás de São Bernardo (16), Ponte Preta (16), Novorizontino (18) e Ituano (18). Para o Verdão evitar o vexame, não pode tropeçar e precisa secar os adversários de chave. Porém o time de Novo Horizonte não perde há seis rodadas - maior sequência invicta entre os times do Paulistão.

A última derrota do time foi há pouco mais de um mês, diante do São Paulo no Pacaembu, no dia 24 de fevereiro. De lá pra cá, foram quatro vitórias e dois empates. Além disso, a equipe está há duas partidas sem sofrer gols. O treinador Guilherme, ex-jogador do São Paulo, exaltou o bom momento. 

— Deixar pra trás Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Santos e Ponte Preta, que são clubes fortes no campeonato, é muito bom para nosso trabalho. Mesmo que momentâneo, é para se comemorar — disse. 

Mas Pedro Carmona, artilheiro da equipe com seis gols, não se deixa impressionar pelos números e prega atenção do elenco.

— O time está numa crescente muito boa e tudo vem acontecendo num momento decisivo do campeonato. Mas está tudo muito embolado, não podemos vacilar — afirmou o meio-campista.

Carmona acredita que a experiência do elenco foi importante para administrar a instabilidade de alguns momentos e engatar uma série positiva. O treinador concordou, mas também mostrou cautela. 

— Nas dificuldades, a equipe soube assimilar e conseguimos sair delas. Mas eu não me iludo; o campeonato é muito difícil e a cada rodada, todo ponto ganho ou perdido pode fazer diferença. Acredito demais nos meus jogadores, e vou continuar acreditando até o final. Vamos continuar trabalhando cada vez mais — acrescentou o treinador

Apesar das chances de se classificar para a próxima fase logo no ano de estreia, Guilherme mantém os pés no chão: o principal objetivo do time de Novo Horizonte é assegurar a permanência na elite. 

— Temos que matar qualquer tipo de matemática para afastar esse perigo. Será muito bom pra a evolução do clube e para a cidade. Agora, temos que buscar esses pontos para afastar tudo isso e depois buscar algo maior no campeonato — completou.