Flamengo x Goiás

Fla só tem 1% de chance de Libertadores. Mas o time, e Sheik, seguem sonhando (Foto:Wagner Meier/Lancepress!)

Radar/LANCE!
09/11/2015
13:52
Rio de Janeiro (RJ)


A briga para terminar no G4 (ou G5) e conseguir vaga para a Libertadores-2016 promete esquentar muito nas rodadas finais. Do Grêmio, que tem 59 pontos e está quase lá, até o Flamengo - que tem 47 e só pode chegar aos mesmos 59 dos gremistas - são nove os times que sonham com a competição sul-americana. Vejam abaixo a relação dos jogos de cada um deles e uma pequena análise sobre a possibilidade de vaga, além do percentual de chances do site Infobola, do matemático Tristão Garcia.

Grêmio - 59 pontos - chance: 96%

19/11 - Fluminense (C)
22/11 - Internacional (F)
29/11 - Atlético-MG (C)
6/12 - Joinville (F)

O time gaúcho joga três vezes em Porto Alegre (incluindo o Gre-Nal na casa do Colorado) e sai para pegar o Joinville na última rodada. Caso consiga cinco pontos nestes jogos - sua média em casa é de 76% - entra na última rodada com uma das vagas asseguradas sem depender de tropeços dos rivais.


Santos - 54 pontos - chance: 48% 

19/11 - Flamengo (C)
22/11 - Coritiba (F)
29/11 - Vasco (F)
6/12 - Atlético-PR(C)

A situação não é das mais confortáveis. Precisa ratificar a sua excelência em casa nos dois jogos que fará na Vila. Mas encara fora dois adversários que darão a vida para evitar o rebaixamento. Como o Santos como visitante é uma lástima (só conseguiu uma vitória em 17 jogos e obteve 19% dos pontos) ele, caso tropece em casa em um dos jogos, corre risco de ficar fora da zona de classificação e precisará buscar a vaga via Copa do Brasil.


São Paulo - 53 pontos - chance: 22%

19/11 - Atlético-MG (C)
22/11 - Corinthans (F)
29/11 - Figueirense (C)
6/12 - Goiás (F)


Assim como o Grêmio, a tabela ajuda. Jogará três vezes em São Paulo (incluindo aí o clássico com o Corinthians, na Arena) e enfrenta um adversário que poderá estar rebaixado na última rodada. Caso consiga bons resultados diante de Atlético-MG e Figueirense, entra na última rodada com grande chance de beliscar a vaga na Libertadores.


Inter - 53 pontos - chance: 21%

18/11 - Chapecoense (F)
22/11 - Grêmio (C)
29/11 - Fluminense (F)
6/12 - Cruzeiro (C)

Depende de três vitórias em quatro jogos para sonhar com a Libertadores, mas a tabela não ajuda muito, com duelos complicados fora de casa e um clássico diante do Grêmio, onde não há favorito. É o caso em que a matemática o coloca muito próximo do São Paulo, mas os jogos indicam o contrário.


Sport - 52 pontos - chance: 7% 

15/11 - Cruzeiro (F)
22/11 - Atlético-PR (C)
29/11 - Corinthians (C)
6/12 - Ponte Preta (F)


O jogo da próxima rodada é determinante. Caso vença o Cruzeiro fora de casa, mata um time que poderia se tornar rival direto e pode partir para a classificação. Mas vale ressaltar que o histórico do Sport como visitante é quase tão ruim quanto o do Santos (23% dos pontos e só uma vitória em 17 jogos). E ainda há de secar o São Paulo, que tem confrontos menos complicados pela frente.


Ponte Preta - 50 pontos - chance: 3% 

18/11 - Figueirense (C)
22/11 - Flamengo (F)
29/11 - Avaí (F)
6/12 - Sport (C)

Dos candidatos ao G4, é quem pode sonhar com campanha 100% sem que isso pareça trabalho de Hércules. Jogará fora contra times que tropeçam demais em seus domínios (o jogo contra o Flamengo é final de campeonato para a Macaca) e pega em casa dois rivais que são visitantes generosos. Vale observar que o seu jogo na última rodada contra o Sport poderá estar valendo uma vaga para a Libertadores.


Palmeiras - 48 pontos - chance: 1% 

18/11 - Atlético-PR (F)
22/11 - Cruzeiro (C)
29/11 - Coritiba (C)
6/12 - Flamengo (F)

A realidade indica que o time deu adeus à Libertadores ao perder em casa para o Vasco na rodada passada. Mas ainda há uma chance. Para isso, precisará vencer seus quatro jogos, torcer para o Santos não pontuar em seus jogos fora, o São Paulo perder pelo menos duas vezes, o Internacional - que está em boa fase - desandar. Para piorar, está em viés de queda e na próxima rodada fará uma partida fora de casa que pode enterrar sua aspiração. Ufa!


Cruzeiro - 48 pontos - chance: 1%

15/11 - Sport (C)
22/11 - Palmeiras (F)
29/11 - Joinville (C)
6/12 - Internacional (F)

A situação é a mesma do Palmeiras. Ou ganha tudo, ou tchau. O lado bom é que o Cruzeiro vem muito bem desde a chegada de Mano Menezes e terá pela frente três rivais diretos . Assim, pode tirar o Palmeiras da luta e segurar Sport e Internacional. Como depende de seus esforços e o time se arrumou, a pratica indica que tem muito mais chances do que o Verdão, que está à sua frente e ostenta o mesmo 1%. Mas também precisará secar Santos e São Paulo.


Flamengo - 47 pontos -  chance: 1% 

19/11 - Santos (F)
22/11 - Ponte Preta (C)
29/11 - Atlético-PR (F)
6/12 - Palmeiras (C)

Outro que precisa vencer os quatro jogos para ter alguma chance. O máximo que pode alcançar são os 59 pontos, o que parece irreal para beliscar a Libertadores. Só que há fatores relevantes. O Fla tem um número de vitórias que o favorece no primeiro critério de desempate contra qualquer adversário. E também enfrentará três rivais diretos, dois deles em casa. Vencendo o jogo mais improvável da série, que será na próxima rodada contra o Santos na Vila Belmiro (o Mengo é o terceiro visitante com mais vitórias, só Timão e Galo são melhores), o time carioca joga pressão no Peixe, que faria duas partidas seguidas longe de casa. Como o Santos é um fracasso como visitante, poderia ser ultrapassado pelo Rubro-Negro-100% já na penúltima rodada. As grandes pedras no sapato neste sonho sul-americano são Sport e São Paulo, que precisam perder dois jogos.