RADAR / LANCE!
28/11/2015
20:42
Rio de Janeiro (RJ)

A conquista da primeira edição da Copa UPP ficou nas mãos do Complexo Mangueirinha. Organizada pela Secretaria de Estado do Esporte e do Lazer com o intuito de utilizar o esporte como integração entre comunidades do Rio de Janeiro e policiais militares, a competição viu a equipe de Duque de Caxias levar a melhor sobre a Vila Kenedy nos pênaltis, por 4 a 2, após um empate em 2 a 2 no tempo normal, na Gávea. Na disputa de terceiro lugar, o Caju derrotou o Coroa/Fallet e Fogueteiro por 3 a 1, também no estádio do Flamengo.  


A Vila Kenedy abriu uma vantagem de dois gols logo no primeiro tempo, com Rodrigo Castro marcando duas vezes. Porém, o Complexo da Mangueirinha reagiu, arrancou um empate em 2 a 2 e levou o jogo para os pênaltis. Nas cobranças, garantiu o triunfo por 4 a 2.

Capitão da Mangueirinha, Soldado Santoro destacou a maneira como a equipe obteve o título invicto, e exaltou a ação da Secretaria de Estado:

- Foi resultado de muito trabalho. Nossa comunidade é conhecida por ter bons jogadores. Por isso, fizemos uma peneira e escolhermos os melhores. Toda terça e quinta, o time se reunia para treinar na Vila Olímpica. Começamos bem a competição e mantivemos o nível até a final. Foi muito bom disputar a Copa UPP, pois mostrou que a comunidade pode viver em paz.

Na decisão do terceiro lugar, o Caju derrotou o Coroa/Fallet e Fogueteiro. Orlando Silva (2) e Daniel de Jesus marcaram para a equipe, e Marcos Pereira descontou.

O secretário estadual de Esporte, Lazer e Juventude, Marco Antônio Cabral, exaltou a maneira como transcorreu a primeira edição da Copa UPP. Em seguida, revelou os planos de torná-la ainda maior para a próxima temporada:

- Queria agradecer a motivações dos atletas, das comissões técnicas e das comunidades. Tivemos 35 times envolvidos na competição, o que comprova que a Copa UPP foi um enorme sucesso. Para o ano que vem, já estamos planejando aumentar e incluir, além do futebol feminino, mais uma modalidade: o vôlei. O objetivo é integrar cada vez mais os moradores e o poder público através do esporte.

O incentivo à educação marcou o encerramento da competição. Como premiação, os atletas que foram campeões, vice-campeões e terceiros terão bolsa de estudos na Universidade Estácio de Sá.