Muricy Ramalho orienta os jogadores no Mané Garrincha (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Muricy Ramalho elogiou a postura do atacante Paolo Guerrero (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

LANCE!
31/03/2016
00:52
Rio de Janeiro (RJ)

A postura do atacante Paolo Guerrero em ter se colocado à disposição para disputar o clássico, mesmo tendo jogado pela seleção peruana na noite de terça-feira, em Montevidéu-URU, foi bastante elogiada pelo técnico Muricy Ramalho. O camisa 9 viajou na madrugada, fez escala no Rio de Janeiro e chegou de manhã em Brasília. Com todos os contratempos, ainda ficou 90 minutos em campo. Muricy fez até um trocadilho com o nome do atacante.

- Veja bem. O jogador se propôs, ninguém fez pedido especial. Ninguém fez. Ele se propôs, teve contratempo de aeroportos, fez todo esse sacrifício e não dá para chegar e dizer que vai para o banco. Tivemos a humildade de perguntar se ele queria ficar no banco, jogar meio tempo, e pelo comprometimento jogou o jogo todo. Agradecemos pelo profissional que ele está sendo. Fizemos a pergunta se ele estava pronto para jogar e ele disse que sim. No intervalo disse que voltaria a conversar de novo. O nome ajuda. É guerreiro mesmo - comentou o técnico do Flamengo.

O Flamengo retorna ao Rio de Janeiro na madrugada desta quinta-feira e se reapresenta às 16h, no Ninho do Urubu. Após o empate com o Vasco, o Rubro-Negro está apenas na sexta colocação da Taça Guanabara, com apenas cinco pontos. O time de Muricy Ramalho terá apenas dois dias para se preparar para o clássico contra o Botafogo, sábado, em Juiz de Fora.