Cruzeiro está de olho em Rafinha, do Bayern de Munique

Com quatro partidas pela Seleção, Rafinha sonha com a possibilidade de participar da Copa de 2018 (Foto: Divulgação)

LANCE!
07/12/2017
15:48
Belo Horizonte (MG)

O lateral-direito Rafinha disse ao canal Esporte Interativo que terá uma reunião com os dirigentes do Bayern de Munique nos próximos dias para tratar sobre seu futuro. Ele tem contrato até o meio de 2018, mas quer retornar ao Brasil e não descarta que isso aconteça já em janeiro. Cruzeiro e Palmeiras têm interesse no jogador de 32 anos e aguardam.

- Voltar eu vou sim, mas não sei se na velocidade com que as notícias estão saindo no Brasil. Mas tenho uma reunião com o Bayern aqui, vou conversar com meu empresário na segunda semana de dezembro para definir a minha situação. Mas não tenho que me preocupar. Tenho contrato até o meio do ano - declarou.

- Lincoln me representa no Brasil e sabe das situações, tem que ter paciência. Faz sete anos que estou aqui e definir tudo em um mês é complicado, então não é fácil. Eu tenho minha vida toda na Alemanha, são 13 anos que estou aqui, mas claro que é meu desejo voltar ao Brasil, ficar perto da minha família, dos meus filhos, da minha mãe, já estou há muito tempo longe de casa, mas estou amadurecendo esta ideia, a vontade de jogar no Brasil existe, e espero que, se não for agora, que seja em breve - afirmou.

Rafinha veste a camisa do Bayern de Munique desde 2011. Apesar de ter uma carreira sólida no exterior, ele aguarda uma posição do clube para definir seu futuro para a próxima temporada.

- Vou conversar com o Bayern para saber qual o plano deles. Eles têm uma proposta para renovar o contrato, foi só falado, não tem nada no papel. E, depois desta reunião, vou decidir o futuro, pensar em mim, já tenho 32 anos e vou decidir o que quero para a próxima temporada.

Com passagens pelo Coritiba, Schalke 04 (ALE), Genoa (ITA) e Bayern, Rafinha entrou em campo pela Seleção Brasileira apenas quatro vezes, mas por ter sido convocado recentemente pelo técnico Tite, acredita que terá chances de disputar o Mundial de 2018, na Rússia. Podendo atuar tanto na lateral direita quanto na esquerda, o atleta seria um reforço de peso para a Raposa, que busca jogadores da posição.