Fluminense repudia ofensas a colorados no trem após o jogo

O Fluminense divulgou nota repudiando e condenando a ação do pequeno grupo de tricolores (Foto: Reprodução)

LANCE!
13/12/2016
09:33
Rio de Janeiro (RJ)

O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou dois torcedores do Fluminense que aparecem no vídeo que viralizou após a partida diante do Internacional, no domingo. São eles Bruno Vargas da Costa e Antonio Neto, que no trem retornando de Edson Passos, local do jogo válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro, ofendem e hostilizam um grupo de três colorados.

De acordo com o site da ESPN, Bruno Vargas da Costa e Antonio Neto foram incursos nas penas dos artigos 41-B da Lei nº 10.671/03 (promover tumulto, praticar ou incitar a violência num raio de cinco mil metros ao redor do local de realização do evento esportivo, ou durante o trajeto de ida e volta do local da realização do evento);e artigo 140 (Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro), parágrafos 2º e 3º .

Para o primeiro artigo, a pena é de reclusão de 1 (um) a 2 (dois) anos e multa. Para o segundo, detenção, de três meses a um ano, e multa, além da pena correspondente à violência (prevista no segundo parágrafo, de "Se a injúria consiste em violência ou vias de fato, que, por sua natureza ou pelo meio empregado, se considerem aviltantes") e reclusão de um a três anos e multa (prevista no terceiro parágrafo, de "Se a injúria consiste na utilização de elementos referentes a raça, cor, etnia, religião, origem ou a condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência") .

Após o lamentável ocorrido, o Fluminense publicou uma nota oficial repudiando e condenando o ato. Além disso, o clube ajudou no reconhecimento dos tricolores, que não são sócios do Tricolor das Laranjeiras.