Dilma faz 'Tóis' em papo com internautas (Foto: Divulgação)

Corinthians, Atlético-GO e Vasco podem ser os próximos clubes a acertar com Caixa, diz Dilma (Foto: Divulgação)

RADAR / LANCE!
19/01/2016
15:32
Brasília (DF)

A inclusão de Atlético-MG e Cruzeiro na lista de clubes patrocinados pela Caixa Econômica Federal a partir de 2016 foi recebida com bons olhos pela mineira Dilma Rousseff. Durante o discurso no qual selou os contratos de patrocínios de futebol, nesta terça-feira, a presidente da República ressaltou sua expectativa em ajudar o esporte a ter qualidade:

- Com recursos obtidos, tenho certeza que vão trabalhar para garantir a qualidade do nosso futebol. Como mineira, vejo com satisfação os dois maiores clubes de futebol de Minas Gerais entrarem nesse grupo. Dou as boas-vindas ao Cruzeiro e ao meu querido Atlético que passam a contar a partir desse ano com patrocínio da Caixa.

Os clubes que já renovaram patrocínio são Flamengo, Atlético-MG, Cruzeiro, Atlético-PR, Coritiba, Sport, Vitória, Chapecoense, Figueirense e CRB. Porém, Dilma indicou que o banco estatal esperar selar acordo com outros três clubes:

- O apoio da Caixa ao futebol, em 2016, irá além desses contratos. Está prevista ainda a renovação do contrato do Corinthians e as negociações com o Atlético de Goiás e o Vasco.

Dilma também adiantou que a Copa do Nordeste, a Copa Verde, as Séries B e C do Brasileirão, o Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino e o Torneio Internacional de Futebol Feminino também receberão auxílio do banco estatal.

A presidente da República ainda valorizou a criação do Profut, e o decreto que estabelece a Autoridade Pública da Governança do Futebol:


- Essa Autoridade Pública de Governança do Futebol, ela contará com a participação paritária de atletas, de dirigentes, de treinadores, de árbitros e será a instância fiscalizadora do Profut, garantindo a efetiva modernização da gestão dos clubes de futebol. Assim, acompanharemos com interesse, rigor e transparência o cumprimento das contrapartidas assumidas pelos clubes.

Dilma também indicou que deve fazer mudanças na legislação do futebol, com o intuito de que ele se desenvolva de maneira profissional:


- Ainda este ano, encaminharei ao Congresso Nacional a proposta de revisão da lei Pelé e do Estatuto do Torcedor. Queremos também propor uma legislação trabalhista própria para o futebol que deixe mais claro as responsabilidades dos clubes e proteja os atletas nas especificidades da sua profissão.