Felipe Azevedo durante jogo pela Ponte Preta (Foto: PontePress/FabioLeoni)

Felipe Azevedo durante jogo pela Ponte Preta (Foto: PontePress/FabioLeoni)

RADAR/LANCE!
11/05/2016
17:28
Campinas (SP)

Ponte Preta e Genus voltam a se encontrar nesta quinta-feira, às 21h30, pelo jogo da volta da Copa do Brasil. Depois de vencer a primeira partida por um gol de diferença, a Macaca poderá jogar pelo empate no Moisés Lucarelli, em Campinas. Para o meia Felipe, o jogo será mais uma vez muito difícil.

- Vai ser difícil. Todo mundo concentrado, sabendo que vai ser o jogo da vida deles. A visibilidade é muito grande. Estão jogando contra uma equipe da Série A e de São Paulo. Lá também foi bem difícil. Eles marcaram muito, com o tempo todo em marcação individual. Não conseguimos marcar o segundo gol, mas é fazer o resultado em casa, para ganhar confiança e para domingo atuar bem mais uma vez - comentou o jogador, se referindo ao início do Campeonato Brasileiro, neste final de semana.

O meia que já trabalhou durante três anos com o técnico Eduardo Baptista no Sport, mostrou muita confiança de que o time irá evoluir nas duas competições.

- Eu creio que vamos melhorar o que aconteceu no início do ano. Todos sabem que não queríamos fazer um Campeonato Paulista como o que fizemos. Eu tinha muitas projeções sobre o campeonato, porque eu fiquei muitos anos sem disputá-lo. Mas não estou preocupado. Eu tenho certeza que o professor Eduardo vai dar uma cara nova para a equipe e vai começar nesta quinta - concluiu Felipe.

Enquanto a Ponte tem a vantagem de empatar a partida, os rondonienses precisam da vitória por dois gols de diferença para avançar na competição. Caso o placar do primeiro jogo se repita, a vaga para a terceira fase da competição será decidida nos pênaltis.