Mano é carregado pelos jogadores após a Batalha dos Aflitos (Foto: CP Memória)

Mano é carregado pelos jogadores após a Batalha dos Aflitos (Foto: CP Memória)

LANCE!
26/11/2015
19:24
Belo Horizonte (MG)

Mano Menezes, nesta quinta-feira, fez uma palestra para jornalistas na Toca da Raposa. No fim do encontro, o técnico do Cruzeiro foi perguntado sobre os dez anos da "Batalha dos Aflitos", como ficou eternizado o drama vivido pelo Grêmio no jogo contra o Náutico que marcou sua volta à Série A do Brasileirão.

O confronto no Estádio dos Aflitos foi relembrado por Mano Menezes como uma epopeia. Então técnico do Grêmio, Mano destacou a força que os atletas demonstraram na situação adversa.

O Tricolor Gaúcho terminou a partida com quatro jogadores expulsos, mas venceu por 1 a 0, com um gol de Anderson aos 60 minutos da etapa final.

- Neste dia 26 de novembro, lá em 2005, estávamos vivendo aquela verdadeira epopeia. Foi um jogo que marcou a minha vida, a do Grêmio e a do torcedor gremista. O que mais marcou aquela partida foi a capacidade do time não se entregar, ter aquela ideia fixa de lutar naquele momento em que jogávamos em um 4-2-0 e mais nada. Só o goleiro. Tudo era difícil, mas fomos escolhidos para viver aquilo. Os minutos finais, não tinha muito de futebol, tinha a ideia de resistência e atitude forte para não se deixar abater e fomos recompensados.

Após a volta à Série A, Mano Menezes seguiu no Grêmio até o fim de 2007. Em Porto Alegre, conquistou o bicampeonato gaúcho, em 2006 e 2007, e levou o Grêmio até as finais da Libertadores em 2007. O título, porém, ficou com o Boca Juniors.

Hoje, Mano Menezes já passou por Corinthians e Seleção Brasileira, mas ressalta a importância que a campanha na Série B de 2005 teve em sua carreira e na história do Grêmio.

- O título da Série B mudou a trajetória da minha carreira. Todos escutamos e repetimos com frequência que para os obstinados o fracasso não existe. Mas o sucesso para mim demoraria um pouco mais se não fosse aquele jogo. Teria sucesso, com certeza, mas ele iria demorar pouco - afirmou Mano, antes de completar: 

- O título da Série B de 2005 é comemorado como um dos grandes títulos do Grêmio e isso denota a importância. Se o torcedor tem esse carinho com esta conquista, todos nós que participamos daquela epopeia aceitamos esse carinho.