Matheus Biteco

Matheus Biteco, nos tempos de Grêmio (Foto: Divulgação / Grêmio)

RADAR/LANCE!
29/11/2016
15:14
Rio de Janeiro (RJ)

Atualmente sem clube, Vanderlei Luxemburgo explicitou o quanto está chocado com a tragédia do voo da Chapecoense. Em entrevista à "Rádio Bandeirantes", o treinador lembrou de vítimas que trabalharam com ele ao longo de sua carreira.

- Lancei (Matheus) Biteco, quando tinha 16 anos no Grêmio; Mário Sérgio era amigo, irmão, fraterno. Fico solidário a dor do Paulo Paixão, que está vivendo agora mais um drama em sua vida, ao perder o segundo filho (o preparador físico Anderson Paixão). O Artur Maia eu o contratei para o Flamengo, o Cléber Santana eu o trouxe do Japão para o Santos. Tudo isso é muito triste - disse Luxemburgo, que antes ainda disse a seguinte frase:

- Fiquei transtornado, pois tinha muitos amigos, alguns irmãos, filhos que eu vi crescer.

Vanderlei Luxemburgo, do Grêmio (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)
Luxa comentou sobre a tragédia (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

A delegação da Chape se dirigia de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com direção à Medellín, na Colômbia, caiu nesta madrugada nas montanhas. Ainda não se sabe a causa do acidente, que vitimou 75 pessoas, entre elas diversos jogadores, comissão técnica, jornalistas e tripulação.