HOME - Corinthians x Coritiba - Campeonato Brasileiro - Lucca (Foto: Ari Ferreira/LANCE!Press)

Lucca marca na vitória contra o Coritiba - Campeonato Brasileiro  (Foto: Ari Ferreira/LANCE!Press)

RADAR/LANCE!
09/11/2015
15:07
São Paulo (SP)

O atacante do Corinthians, Lucca, disse em entrevista ao SporTV, nesta segunda-feira, que Tite chamou a atenção dos jogadores alvinegros durante o intervalo de jogo entre o Timão e o Atlético Mineiro, neste último sábado, pela 34ª rodada do campeonato Brasileiro.

- Ele (Tite) deu uma chamada na gente, estávamos ganhando o jogo, mas sem objetividade, tocando um pouco mais de lado, então no segundo tempo ele pediu um pouco mais de objetividade, profundidade. E essa ansiedade em querer concretizar logo o título acabou atrapalhando um pouco - disse Lucca.

O atacante que tem dois gols no Brasileirão, contra Atlético e Coritiba, também falou sobre a rotina com Tite  e destacou que a intensidade nos treinos foi o que mais chamou atenção em relação ao comandante do Timão.


- Logo quando cheguei, eu nem tinha entrado em campo ainda, ele (Tite) me chamou, junto com a comissão, eu nem tinha treinado ainda, e ele me passou tudo o que eu tinha que fazer dentro de cmapo. Isso me chamou muito a atenção. Um cara diferente profissionalmente e como pessoa é indiscutível, um cara sensacional, trata todos igual. É diferente(trabalhar com Tite). Ele pega muito com a intensidade, o treinamento é muito intenso, forte, as vezes com um pouco menos de tempo, mas com muita intensidade e você sai esgotado - explicou o jogador.

Sobre a possibilidade de conquistar o hexacampeonato corintiano, Lucca se mostrou cauteloso e disse que o grito só vai sair quando o título estiver matematicamente garantido.

- Eu acompanhei o jogo em casa (Partida entre Atlético e Figueirense). Conversei com o Gil Eu fiquei em casa mesmo com a família....Contra o Vasco vamos fazer o nosso trabalho, vamos ver o que vai acontecer.... A gente respeita muito o Atlético que tá nessa disputa pelo título e a gente só vai gritar (campeão) quando estiver garantido matematicamente - concluiu Lucca.