Leonardo - Ex atacante do Sport

Leonardo teve grande identificação com a camisa do Sport (Foto: Reprodução/YouTube)

RADAR/LANCE!
01/03/2016
21:00
Rio de Janeiro (RJ)

O futebol brasileiro entrou em luto nesta terça-feira com a morte do ex-atacante Leonardo, de 41 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos em decorrência de uma doença chamada neurocisticercose, que se dá pela ingestão de alimentos mal tratados. O LANCE! presta homenagem ao ex-jogador e faz um breve resumo de sua carreira.

O ponto de partida do ex-jogador,  natural de Picos, no Piauí, foi justamente onde viveu seus melhores momentos na carreira. Afinal, foi no Sport onde ele se destacou pelos gols (136 gols em três passagens). Ele é o terceiro maior artilheiro do Rubro-Negro, além de ser o segundo em número de títulos pelo clube pernambucano. No total, foram oito, com duas Copas do Nordeste (1994 e 2000) e seis Campeonatos Pernambucanos (1994, 1997, 1998, 1999 e 2000). O recordista de títulos com a camisa do Leão é Magrão.

As grandes atuações e os gols chamaram a atenção de grandes clubes pelo país. A primeira parada longe do Sport foi no Vasco da Gama em 1995. Na época, o atacante chegou com pompa de grande reforço e trouxe como contrapeso um tal Juninho Pernambucano. No Rio de Janeiro, o ex-jogador não conseguiu se firmar e acabou pegando a ponte aérea no ano seguinte.

O destino foi o Corinthians. No Timão ele teve um bom começo, sobretudo na campanha da Libertadores naquele ano. Contudo, ele não se firmou e acabou se transferindo para o rival Palmeiras. No Verdão novamente não conseguiu fazer boas atuações.


Retornou ao Sport em 1997 e permaneceu por três anos. Neste período, recuperou a regularidade e as boas atuações. Foi neste momento que se tornou ídolo da torcida por conta dos títulos conquistados e do protagonismo nas campanhas, como na Copa João Havelange de 2000.

O Cruzeiro foi outro grande clube a apostar em Leonardo. Novamente não conseguiu destaque. Rodou por algumas equipes como América-MG e até mesmo o Belenenses (POR) até retorna para o Sport. Contudo, a última passagem pelo Leão não foi tão boa quanto as anteriores. Antes de encerrar a carreira, passou por Paysandu, Guarany-CE, Picos-PI, Santa Cruz entre outras equipes de menor expressão.

Trabalhava nas categorias de base do Sport desde 2014 e tinha como principal função achar um atacante para o time principal. Afinal, era sua maior especialidade dentro das quatro linhas.