LANCE!
05/01/2017
09:25

Cadastre-se no LANCE! ESPRESSO

*|MC:SUBJECT|*
Se você não conseguir visualizar, clique aqui

As perspectivas do esporte muito além da informação. De segunda a sexta, um resumo do que foi notícia e o que de mais importante vai acontecer. Uma seleção do LANCE! com comentários e análise de Luiz Fernando Gomes. Saboroso como um café espresso. Para comentar: lfgomes@lancenet.com.br

Desrespeito ao Vasco

Quando reassumiu o comando do Vasco, após a gestão de Roberto Dinamite, Eurico Miranda cunhou o slogan “O respeito voltou!”.  O time até ganhou o combalido estadual mas sucumbiu ao terceiro rebaixamento no Brasileirão, só garantindo na última rodada a volta à elite. O respeito, portanto, não voltou. O que continua é a falta de respeito dos cartolas com o clube. E as consequências disso são graves: a falta de confiança de investidores e prejuízos às finanças cruzmaltinas. A coluna De Prima revela que, no orçamento de 2017, embora tenha trocado a Série B pela Série A, o Vasco prevê faturar com publicidade e patrocínios os mesmos R$ 29 milhões obtidos na Segundona. Um desastre.

De volta ao futuro

A estagnação do faturamento do Vasco ocorre em um momento em que grandes clubes, mesmo com a crise na economia do país, conseguem atrair novos e rentáveis parceiros. Fruto, como no caso do Flamengo, de direções compromissadas com o equilíbrio fiscal, ou, no caso do São Paulo, pela confiança que o mercado vê na aprovação de um novo estatuto do clube, focado na credibilidade e na transparência da gestão e no esforço para superar os conturbados períodos da era pós-Juvenal. Eurico Miranda é o oposto de tudo isso. E só quando deixar de viver o passado para construir um futuro de verdade, a marca Vasco vai voltar a valer o peso que tem no futebol brasileiro.

O peso do Palmeiras

O Palmeiras apresenta hoje, oficialmente, Eduardo Baptista como seu novo treinador. Num início de temporada em que novos nomes estão em alta no mercado, o desafio de Baptista é muito maior do que o de Zé Ricardo, Jair Ventura, Fabio Carille ou mesmo Rogério Ceni. Primeiro por chegar para comandar o campeão brasileiro. E quase que com a obrigação de repetir a dose em 2017. Depois, por não ser prata da casa, vir de experiências anteriores – foi bem sucedido no Sport mas contestado no Fluminense. O grau de tolerância com ele será bem menor. E os resultados ou surgem de imediato ou ele pode perder o mandato antes mesmo do Paulistão acabar.

Técnica ou política?

Alaor Azevedo, presidente da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa, embora esteja também há mais de 20 anos no poder, foi o único a opor-se a mais uma reeleição de Carlos Nuzman na presidência do COB, ano passado. Coincidência ou não, os repasses da Lei Piva para a CBTM caíram 39,5% de 2016 para 2017. E a confederação, que figurava no Top 10 das verbas do comitê, entra o ano com repasses que só superam os da Confederação de Taekwondo, envolvida em suspeitas de irregularidades. Segundo o COB, por critérios técnicos. Mas dá para sentir no ar um certo cheirinho de represália.

Enfim, o professor falou. Diante da ansiedade da torcida e da curiosidade da mídia, Zé Ricardo disse que Conca e Diego poderão, sim, jogar juntos no Flamengo: “Na minha cabeça já rondam algumas maneiras de como podemos nos posicionar”. O meia argentino volta aos campos em abril.


Escaldado pela temporada no banco, no fim da era Tite, Cássio não quer dar moleza a Walter na disputa pela posição. O goleiro postou nas redes sociais, foto do treinamento intensivo a que se submeteu em plenas férias. Fábio Carille já o resgatou. Agora só depende dele voltar a se firmar de vez..

 

O primeiro expoente de uma nova geração de Meninos da Vila regularizou seu contrato com o Santos até 2021. Arthur Gomes, promovido ao time profissional por Dorival Junior, tem talento e costas quentes: é agenciado pela empresa do pai de Neymar.

 

O meia argentino Luciano Cabral, do Atlético-PR, foi preso na cidade de General Alvear, na província de Mendoza, suspeito de envolvimento numa briga de rua que resultou na morte de um ex-presidiário no primeiro dia do ano. 

 

Gabriel Medina não ganhou o título mas faturou alto em 2016. O brazuca foi o segundo surfista que mais ganhou dinheiro no ano  – US$ 5,5 milhões segundo o site Stab Magazine da Austrália. O campeão John John Florence faturou US$ 600 mil a mais do que Medina e liderou o ranking da temporada.

O tombo dos Blues

O fim da série invicta do Chelsea, derrotado por 2 a 0 ontem pelo Tottenham, após 13 vitórias consecutivas, dominou o noticiário da imprensa europeia. A vitória seria um recorde de vitórias seguidas na Premier League. O peso dessa “responsabilidade” e do tabu de não vencer desde 2012 na casa do rival, é apontado como causa da péssima partida dos Blues – para muitos, foi a pior apresentação do time na temporada.  Apesar do resultado ruim, o Chelsea continua líder com folga, cinco pontos à frente do Liverpool.

Provoca, River!

O River Plate não perdoa. Mal acabou de festejar o título da Copa da Argentina o clube lançou para os torcedores uma camisa debochando da ausência do arquirrival Boca Juniors na Libertadores. O modelo tem um selo da Copa continental no peito e, nas costas, a mensagem PASAPORTE AL DÍA (passaporte válido, ou em dia). De acordo com o site especializado FutebolMarketing, em 20 dias a camisa já vendeu mais de 20 mil unidades.

Amir Somoggi fala do crescimento vertiginoso do faturamento dos clubes na Liga Americana e explica como as receitas da MSL, em muito menos tempo, já se aproximam rapidamente da arrecadação dos clubes da Séria A no Brasil.

Andre Kfouri comenta as declarações do ex-presidente do Barcelona, Sandro Rosell, de que Neymar já estava vendido pelo Santos e recebeu dinheiro do clube catalão antes da final do Mundial de Clubes, no Japão, em 2011. O colunista fala das consequências e das lições que o episódio pode trazer.

O Corinthians conversa com o volante Gabriel. O Palmeiras não exerceu a opção de compra do jogador, que terminou dia 31, o que abriu caminho para a nova negociação. Os direitos econômicos do ex-palmeirense pertencem ao Monte Azul que deve vender um percentual para o Timão.

 

O Atlético-MG está negociando a transferência de Arouca. A ideia é convencer o Palmeiras, que tem contrato com o jogador até 2019, a liberá-lo sem custos. O Verdão tem apenas 40% dos direitos, sendo outros 40% do Santos e 20% de investidores ligados ao Peixe.

 

O Bahia acertou o empréstimo do lateral-esquerdo Matheus Reis, que pertence ao São Paulo.  Aos 21 anos, o jogador assinou por uma temporada. Promovido ao time de profissionais por Milton Cruz, estava sem espaço no tricolor.  

 

A Chapecoense está próxima de oficializar as contratações do lateral-esquerdo Diego Renan, que estava no Vitória, e do atacante Túlio de Melo, do Sport, que já passou pelo clube. Ontem foram apresentados o zagueiro Douglas Grolli, o meia Nadson e o atacante Rossi.

 

O Vasco tenta acertar o retorno de Muriqui, 11 anos depois de deixar o clube. O jogador vinha atuando no FC Tokyo, recupera-se de uma lesão e tenta a sua liberação com os japoneses para permanecer no Brasil.                                   

2021

Este é o ano para o qual o Santos vai estender o contrato do goleiro Vanderlei. O vínculo terminava em 2018, mas o Peixe, reconhecendo sua importância, decidiu espontaneamente prorrogar o acordo e dar um merecido aumento salarial ao jogador que chegou a Vila vindo do Coritiba. 

Gostou? Encaminhe para um amigo
Copyright © *|CURRENT_YEAR|* *|LIST:COMPANY|*, Todos os direitos reservados.
Você está recebendo este email porque cadastrou seu email no nosso site.

LANCE!
lance.com.br
Brasil

Se ainda não é assinante se inscreva aqui

Deseja parar de receber nossos emails? Clique aqui

*|IF:REWARDS|* *|HTML:REWARDS|* *|END:IF|*
Espresso
Espresso