Cadastre-se no LANCE! ESPRESSO

*|MC:SUBJECT|*
Se você não conseguir visualizar, clique aqui

As perspectivas do esporte muito além da informação. De segunda a sexta, um resumo do que foi notícia e o que de mais importante vai acontecer. Uma seleção do LANCE! com comentários e análises de Luiz Fernando Gomes. Saboroso como um café espresso. Para comentar: lfgomes@lancenet.com,br

Conquistando o mundo

A Fifa faz hoje, em Zurique, a primeira premiação dos melhores do ano sob o comando de Gianni Infantino. Certamente a cerimônia terá a mesma pompa e circunstância da era Blatter. Mas seu significado irá muito além. Infantino vai estar no foco dos holofotes tanto quanto o melhor jogador ou o melhor técnico da temporada. Impressionar o mundo essa noite, diante de dirigentes de federações e clubes dos cinco continentes, é fundamental para seu projeto político. Como o Havelange dos primeiros tempos – antes que esse caísse na tentação das negociatas e falcatruas em que a Fifa mergulhou – o novo mandatário quer ampliar ainda mais as fronteiras do futebol, abrir mais espaço aos países que hoje são ainda menos do que coadjuvantes no cenário da bola.

Desafio a vencer

Esse advogado suíço-italiano de 46 anos não perde tempo para dar forma à missão a que se determinou. Faz parte da estratégia, a decisão de ampliar a Copa do Mundo para 48 seleções, em 2026, mesmo enfrentando a oposição de boa parte do staff da entidade. Mas Infantino quer mais; quer reformular o mundial de clubes, ampliando a disputa e dando forma semelhante ao mundial de seleções, não limitado mais ao campeão de cada continente. Antes disso tudo, porém, há outro desafio: resgatar a idoneidade e a confiança do mundo. Talvez o mais difícil seja mostrar que, de fato, novos tempos vão nortear a Fifa sob o seu comando.

Fim de linha no Timão

Afastado do clube em plena crise, em viagem de férias há três semanas nos EUA, o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, não terá vida fácil no seu retorno, essa semana. Liderada por Andrés Sanchez, seu antigo aliado, a oposição corintiana quer que o presidente se licencie do cargo por três meses sob pena de sofrer um processo de impeachment que resulte em sua cassação definitiva pelo Conselho Deliberativo. Andrade cavou sua própria sepultura. Titubeante nas tomadas de decisão, incapaz de um planejamento eficaz para o futebol ou para equacionar as combalidas finanças do clube, foi se desgastando em todas as correntes políticas corintianas. Seu mandato, de uma forma ou de outra, com licença ou destituição, na verdade já acabou.

Vai ou racha no Verdão

A semana é decisiva no Palmeiras. A renovação do contrato de patrocínio com a Crefisa e a decisão sobre a candidatura da dona da empresa, Leila Pereira, ao conselho, estão na pauta do presidente Maurício Galiotte. As duas questões estão claramente vinculadas, embora todos os envolvidos digam que não. Galiotte, ao que tudo indica, vai seguir a linha do pragmatismo: aceitar a argumentação de Leila de que tornou-se sócia benemérita em 1996 e viabilizar assim sua candidatura – e a renovação do patrocínio. Outro caminho seria enviar o caso ao Conselho Deliberativo onde a influência de Mustafá e outros aliados derrubaria a tentativa de impugnação. Qualquer desses desfechos, contudo, resultaria em um derrotado: o ex-presidente Paulo Nobre, que denunciou a candidatura da empresária. 

AeroMengão, outra vez

A torcida do Flamengo promete invadir o Galeão para receber Conca. O Argentino desembarca pela manhã, vindo de Miami. Pelas redes sociais, é grande a movimentação dos rubro-negros preparando a recepção. A administração do Galeão reforçou a segurança. A ideia é organizar a festa para minimizar os transtornos como os que os torcedores causaram o ano passado, quando o setor de desembarque do Santos Dumont ficou praticamente paralisado, na chegada de Diego. Alegria de lado, vale lembrar: futebol, mesmo, só  em abril, quando o hermano deverá ter condições de jogo.

Cicatrizes coloradas

Cair para a Segundona pela primeira vez é uma experiência traumática. Para os jogadores, os cartolas, a torcida. Um drama que pode ir muito além dos gramados. O ex-presidente do Internacional, Vitório Piffero, que o diga. Na praia com a família, em Atlântida, no litoral gaúcho, teve que sair às pressas das areias ao ser reconhecido e hostilizado por torcedores colorados com palavrões e ameaça de agressão. Por ironia, segundo a Rádio Gaúcha, gremistas livraram o ex-mandatário da confusão.

Depois da tragédia...

Com a presença de Neto, sobrevivente da tragédia, a Chapecoense se reapresentou para a pré-temporada. Mais do que isso, para a reconstrução de uma história. O elenco, além dos 10 jogadores que vieram da base, tem nomes cedidos por 15 clubes: Cruzeiro, Juventude, Ponte Preta, Luverdense, Defensor (URU), Vitória, Grêmio, Kioto (JAP), Inter, Paraná, Figueirense, América-MG, Goiás, Criciúma e Bahia. Os palmeirenses Amaral, Nathan e João Pedro se apresentam essa semana. 

Peixe na rede 

Hackers atacaram o site oficial do Santos, na tarde de sábado. Quem tentava acessar a página lia a mensagem “Palmeiras não tem mundial”. Pura provocação ao Verdão. Essa foi a terceira vez que o site do Peixe foi alvo de um ciberataque. O clube diz ter acionado a empresa responsável e tomado as providencias legais.

Vascão das areias

O Vasco faturou ontem o título do Brasileirão de Beach Soccer nas areias da Praia do Gonzaga, em Santos. O time venceu por 5 a 1 o Sampaio Corrêa e garantiu vaga como representante do Brasil na Libertadores que começa hoje, também em Santos.

Melhores dos melhores

A premiação dos melhores do ano da Fifa é o assunto dominante da mídia europeia, mesmo com a volta das ligas após o recesso de fim de ano. Especialmente na Espanha, cada um, claro, puxa a sardinha para a sua rede. O Ás, de Madrid, aposta que o Real será o protagonista da noite com CR7 e Zidane eleitos os melhores. Já o Mundo Deportivo, de Barcelona, sem o mesmo otimismo, diz que os votos populares podem ajudar Messi que contaria ainda com a simpatia no colégio de técnicos e jogadores para surpreender. Já o inglês The Telegraph, mais sóbrio, fala do novo modelo da premiação, do troféu que agora terá o nome dos ganhadores escrito a cada ano e dos bastidores políticos da festa.

Tensão argentina

O futebol argentino viveu um final de semana de tensões. Ameaças de bomba no Monumental de Nuñez e na Bombonera tumultuaram o ambiente no River e no Boca. A polícia não encontrou artefatos mas investiga as denúncias, de acordo com o diário Olé. Por outro lado, uma greve por atraso de salários tumultuou a reapresentação do Neweel`s Old Boys, segundo colocado no campeonato nacional. Os jogadores se recusaram a treinar. A diretoria tenta uma saída para a crise

Andre Kfouri afirma que o desafio de Felipe Melo será se adaptar ao futebol brasileiro, após 11 anos na Europa. Disso vai depender o sucesso da contratação do Palmeiras que buscou no volante a experiência e a força defensiva que as equipes brasileiras sempre têm em mente na disputa da Libertadores.

 

Eduardo Tironi analisa o desafio – o maior se sua carreira – que Guardiola vem enfrentando no comando do Manchester City enfrentando a liga mais forte do planeta com um time em igualdade de condições com a maior parte dos rivais, ao contrário do que acontecia no Barcelona e no Bayer.

O Palmeiras, enfim, oficializou ontem a contratação de Felipe Melo. A Inter de Milão enviou a documentação necessária. O negócio, embora decidido, se arrastava há mais de uma semana por questões burocráticas. É o sexto reforço do Verdão.

 

O Internacional negocia com três zagueiros para jogar a Série B. O preferido é o uruguaio Polenta, do Nacional, que tem no valor dos direitos (R$10 milhões) um empecilho para o acerto. Os outros são Klauss do Juventude e Néris do Santa Cruz, com negociações bem encaminhadas.

 

O Santos fechou o empréstimo do atacante Kayke, do Yokohama Marinos. O jogador de 28 anos vai disputar posição com Ricardo Oliveira. Já o negócio com Barcos empacou. O Pirata insiste que o Santos arque com a dívida de R$ 1 milhão do Velez o que irritou a diretoria do Peixe.

 

O São Paulo, mesmo avançando nas negociações com o atacante Colmán, do Nacional do Paraguai, está interessado na volta do argentino Calleri, hoje no West Ham, da Inglaterra. O jogador agrada a Rogério Ceni e a diretoria diz ter espaço para os dois no orçamento.

 

 O Bahia acertou com o Palmeiras o empréstimo do meia Matheus Sales, que também era pretendido pelo Fluminense. Na batalha dos tricolores, contudo, os baianos ofereceram ao clube e ao jogador a melhor proposta.

 

O Vitória não ficou atrás do rival. Fechou a contratação de Dátolo, que estava no Atlético-MG, e tem negociações adiantadas com Cleiton Xavier. O Palmeiras já deu sinal verde para a saída do meia que deverá fechar por dois anos.

 

O Sport também procura reforços no Verdão. O meia Allione deve chegar ao Leão por empréstimo até final do ano. O lateral-direito Samuel Xavier, que interessa ao Palmeiras, pode ser incluído pelo Sport no negócio par facilitar o acerto. 

12


vezes nos últimos 13 anos a atacante brasileira Marta disputou o titulo de melhor jogadora do mundo pela Fifa. Hoje à noite, ela tenta seu sexto título - foi penta campeã consecutiva de 2006 a 2010. Só ficou de fora na edição de 2015. 

Gostou? Encaminhe para um amigo
Copyright © *|CURRENT_YEAR|* *|LIST:COMPANY|*, Todos os direitos reservados.
Você está recebendo este email porque cadastrou seu email no nosso site.

LANCE!
lance.com.br
Brasil

Se ainda não é assinante se inscreva aqui

Deseja parar de receber nossos emails? Clique aqui

*|IF:REWARDS|* *|HTML:REWARDS|* *|END:IF|*
LANCE!
09/01/2017
08:57
Espresso
Espresso