Alberto Leo

Alberto Léo fez história na TV brasileira (Foto: Reprodução)

LANCE!
23/06/2016
14:06
Rio de Janeiro (RJ)

O jornalismo esportivo perdeu na manhã desta quinta-feira Alberto Léo. O jornalista morreu aos 65 anos, vítima de câncer de intestino, doença com a qual lutava já há alguns anos. Ele estava internado desde o dia 8 de junho na Clínica São Carlos, no Humaitá, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Desde 2013, Alberto Léo era o gerente de Conteúdo de Esportes da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) no Rio de Janeiro e ficou responsável por toda a programação esportiva da TV Brasil e da Rádio Nacional.

Sempre conhecido por uma memória acima da média, capaz de resgatar fatos esquecidos pela maioria dos colegas, Alberto começou a trabalhar com esporte na televisão no ano de 1980 na TV Bandeirantes. Em 1985, migrou para a TV Manchete ao lado dos amigos Paulo Stein e Márcio Guedes, onde foi apresentador do programa Manchete Esportiva.

Na emissora, transmitiu a Copa do Mundo de 1986 no México e esteve também nos Jogos Olímpicos de 1988 em Seul. Chefiou a editoria de esportes até a extinção do canal, em 1999. Lá trabalhou junto com estrelas do jornalismo esportivo como João Saldanha e Sandro Moreyra.

Alberto Léo chegou à TVE do Rio de Janeiro em 2001 para participar como comentarista do programa Ataque, mesa redonda de debate esportivo exibida no domingo à noite. Com o tempo, virou editor-chefe do programa, que foi reformulado, e mudou de nome para Esportevisão e, atualmente, No Mundo da Bola. Compartilhava a bancada da atração na TV Brasil com os jornalistas Sérgio Du Bocage e Márcio Guedes.

Na emissora pública, Alberto Léo participou da cobertura de várias competições como a Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2010 a 2012, os Jogos Mundiais Militares de 2011 e do Campeonato Brasileiro das séries B, C e D nos últimos anos. Seu corpo será sepultado nesta sexta-feira, às 13h, no Cemitério Israelita do Caju.