icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/08/2015
00:05

O Sport está nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Em um jogo emocionante até os minutos finais, o Leão mostrou a força que tem jogando em casa e venceu o Bahia por 4 a 1, na Ilha do Retiro. No duelo de ida, na Arena Fonte Nova, o Esquadrão de Aço venceu por 1 a 0, mas não conseguiu segurar a vantagem e volta seu foco somente para a Série B do Brasileirão.

Os gols de Rithely, Élber e Hernane, duas vezes, levaram o Sport às oitavas de final da competição continental. O adversário só será conhecido no dia 16 de setembro, quando Huracán e Tigre, ambos da Argentina, definem a vaga. No duelo de ida, o Huracán, fora de casa, levou a melhor por 5 a 2, e está com "um pé e meio" na próxima fase.

PRIMEIRO TEMPO ZERADO, ETAPA FINAL ALUCINANTE

Na primeira etapa, o Sport perdeu uma chance atrás da outra. Antes dos dez minutos, Maikon Leite e Diego Souza levaram perigo ao gol de Douglas Pires, com finalizações que saíram pela linha de fundo. Ferrugem, que atuou no lugar do suspenso Samuel Xavier, foi a principal arma ofensiva do Leão, e também obrigou o goleiro do Bahia a fazer uma boa defesa.

Apesar da superioridade do Sport, o Bahia também teve suas chances. Em contra-ataques, Souza e Biancucchi pararam em Magrão. Em boa jogada de Alexandro e Gustavo Blanco, Kieza finalizou muito mal, por cima do gol adversário. Nada de gols antes do intervalo na Ilha do Retiro.

O segundo tempo começou da mesma maneira que o primeiro, e, dessa vez, o gol do Sport saiu. Aos seis minutos, Diego Souza levantou a bola na área e Rithely, com estilo, desviou de cabeça para abrir o marcador: 1 a 0. A partir deste momento, o Bahia cresceu e a partida seguiu equilibrada na Ilha, com boas oportunidades para os dois lados.

Aos 29 minutos, Maxi Biancucchi marcou para o Bahia, após boa troca de passes entre Tiago e Marlon, que acabou com o chute cruzado do meio-campo argentino. E a emoção não parou por aí. Quatro minutos depois, Hernane, de cabeça, mostrou o oportunismo de sempre e colocou o Leão de volta no confronto.

Aos 35, Thales entrou de maneira grosseira em Brocador e foi expulso direto. Com um a menos, o Bahia só esperava o fim do jogo, mas o Leão partiu para cima e foi recompensado. Aproveitando o erro da zaga do Esquadrão de Aço, Élber invadiu a área e finalizou de esquerda: 3 a 1, placar que já garantiu o avanço do Sport na competição.

Aos 49, Hernane marcou seu segundo gol e selou a classificação do Leão na Ilha do Retiro. 

FICHA TÉCNICA
SPORT 4 X 1 BAHIA

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data/Hora: 26/08/2015, às 22h
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Auxiliares: Francisco Mondria (CHI) e Claudio Rios (CHI)
Renda/Público: R$ 78.770,00 / 8.201 torcedores presentes.

Cartões amarelos: Renê, André, Wendel e Élber (SPT); Robson, Marlon (BAH)
Cartões vermelhos: Thales (BAH)

GOLS: Rithely, 1-0 (6'/2ºT), Maxi Biancucchi, 1-1 (29'/2ºT), Hernane, 2-1 (33'/2ºT), Élber (41'/2ºT) e Hernane, 4-1 (49'/2°T)

SPORT: Magrão; Ferrugem (Wendel, 26'/2ºT), Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha, Marlone (Élber, Intervalo), e Diego Souza; Maikon Leite e André (Hernane, 24'/2ºT). Técnico: Eduardo Baptista.

BAHIA: Douglas Pires; Thales, Robson (Zé Roberto, 43'/2ºT), Jailton e Marlon; Souza, Wilson Pittoni, Gustavo (Tiago Real, 21'/2ºT) e Maxi Biancucchi (Gabriel, 38'/2ºT); Kieza e Alexandro. Técnico: Sérgio Soares.

O Sport está nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Em um jogo emocionante até os minutos finais, o Leão mostrou a força que tem jogando em casa e venceu o Bahia por 4 a 1, na Ilha do Retiro. No duelo de ida, na Arena Fonte Nova, o Esquadrão de Aço venceu por 1 a 0, mas não conseguiu segurar a vantagem e volta seu foco somente para a Série B do Brasileirão.

Os gols de Rithely, Élber e Hernane, duas vezes, levaram o Sport às oitavas de final da competição continental. O adversário só será conhecido no dia 16 de setembro, quando Huracán e Tigre, ambos da Argentina, definem a vaga. No duelo de ida, o Huracán, fora de casa, levou a melhor por 5 a 2, e está com "um pé e meio" na próxima fase.

PRIMEIRO TEMPO ZERADO, ETAPA FINAL ALUCINANTE

Na primeira etapa, o Sport perdeu uma chance atrás da outra. Antes dos dez minutos, Maikon Leite e Diego Souza levaram perigo ao gol de Douglas Pires, com finalizações que saíram pela linha de fundo. Ferrugem, que atuou no lugar do suspenso Samuel Xavier, foi a principal arma ofensiva do Leão, e também obrigou o goleiro do Bahia a fazer uma boa defesa.

Apesar da superioridade do Sport, o Bahia também teve suas chances. Em contra-ataques, Souza e Biancucchi pararam em Magrão. Em boa jogada de Alexandro e Gustavo Blanco, Kieza finalizou muito mal, por cima do gol adversário. Nada de gols antes do intervalo na Ilha do Retiro.

O segundo tempo começou da mesma maneira que o primeiro, e, dessa vez, o gol do Sport saiu. Aos seis minutos, Diego Souza levantou a bola na área e Rithely, com estilo, desviou de cabeça para abrir o marcador: 1 a 0. A partir deste momento, o Bahia cresceu e a partida seguiu equilibrada na Ilha, com boas oportunidades para os dois lados.

Aos 29 minutos, Maxi Biancucchi marcou para o Bahia, após boa troca de passes entre Tiago e Marlon, que acabou com o chute cruzado do meio-campo argentino. E a emoção não parou por aí. Quatro minutos depois, Hernane, de cabeça, mostrou o oportunismo de sempre e colocou o Leão de volta no confronto.

Aos 35, Thales entrou de maneira grosseira em Brocador e foi expulso direto. Com um a menos, o Bahia só esperava o fim do jogo, mas o Leão partiu para cima e foi recompensado. Aproveitando o erro da zaga do Esquadrão de Aço, Élber invadiu a área e finalizou de esquerda: 3 a 1, placar que já garantiu o avanço do Sport na competição.

Aos 49, Hernane marcou seu segundo gol e selou a classificação do Leão na Ilha do Retiro. 

FICHA TÉCNICA
SPORT 4 X 1 BAHIA

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data/Hora: 26/08/2015, às 22h
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Auxiliares: Francisco Mondria (CHI) e Claudio Rios (CHI)
Renda/Público: R$ 78.770,00 / 8.201 torcedores presentes.

Cartões amarelos: Renê, André, Wendel e Élber (SPT); Robson, Marlon (BAH)
Cartões vermelhos: Thales (BAH)

GOLS: Rithely, 1-0 (6'/2ºT), Maxi Biancucchi, 1-1 (29'/2ºT), Hernane, 2-1 (33'/2ºT), Élber (41'/2ºT) e Hernane, 4-1 (49'/2°T)

SPORT: Magrão; Ferrugem (Wendel, 26'/2ºT), Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha, Marlone (Élber, Intervalo), e Diego Souza; Maikon Leite e André (Hernane, 24'/2ºT). Técnico: Eduardo Baptista.

BAHIA: Douglas Pires; Thales, Robson (Zé Roberto, 43'/2ºT), Jailton e Marlon; Souza, Wilson Pittoni, Gustavo (Tiago Real, 21'/2ºT) e Maxi Biancucchi (Gabriel, 38'/2ºT); Kieza e Alexandro. Técnico: Sérgio Soares.