Internacional x Ponte Preta (Foto: Itamar Aguiar/Agencia Freelancer)
LANCE!
07/11/2015
18:57
Porto Alegre (RS)

Os dois times, com a mesma pontuação, tinham, como consequência, o mesmo objetivo: se aproximar do G4 do Campeonato Brasileiro ao término desta 34ª rodada. E a promessa de bom jogo no Beira-Rio foi concretizada. Quem ganhou fôlego na luta pela já citada meta foi o Internacional, que derrotou a Ponte Preta, por 1 a 0, neste sábado, com gol de Vitinho, aos 42 minutos do segundo tempo. Resultado que fez o Colorado chegar aos mesmos 53 pontos do Santos, time que ainda fecha o G4, e do São Paulo, o quinto colocado.

O Internacional voltará a atuar no Brasileirão apenas no próximo dia 19, uma quinta-feira, quando visitará a Chapecoense, na Arena Condá, às 19h30. Já a Ponte, que segue com 50, receberá o Figueirense um dia antes. O duelo será no Moisés Lucarelli, às 21h. Clique aqui e veja como foi o jogo lance a lance.


PONTE SURPREENDE COM POSTURA

Contando com D'Alessandro de titular, o que não ocorria desde o dia 9 de setembro, o Internacional até teve um bom início, mas mostrou competência para transpor a eficaz marcação adversária. Vitinho até conseguiu driblar Lomba logo aos quatro minutos, mas a Ponte evitou o pior com Gilson. A postura do time de Campinas surpreenderia o Colorado.

Com o passar do tempo, a Ponte, já sabendo neutralizar o ataque colorado, passou a trabalhar melhor a bola no seu campo de ataque. O experiente Cristian, distribuindo bem o jogo, e os velozes Clayson e Biro Biro deixaram garantiram dificuldade de sobra ao sistema defensivo rival. Clayson, por exemplo, chamou a atenção pela imprevisibilidade e teve duas ótimas chances. O Inter só voltou a levar perigo aos 45 minutos, quando Lomba evitou gol de Vitinho, o melhor do Colorado em campo no primeiro tempo.

Argel fair play
Jogadores da Ponte reclamam de falta de fair play do Inter


VITINHO GARANTE O TRIUNFO COLORADO

O Inter conseguiu retornar para a etapa final apresentado um maior volume de jogo na tentativa de vencer a marcação da Ponte. Anderson, que havia iniciado aquecimento ainda no primeiro tempo, ingressou no jogo aos 10 minutos. Era uma clara tentativa do técnico Argel Fucks de garantir mais qualidade no meio de campo colorado. Mas foi a Ponte que levou perigo no minuto seguinte. Investida pela direita, finalização do ex-colorado Elton, desvio em Juan e participação fundamental de Alisson.

Argel foi melhor sucedido que Felipe Moreira nas substituições, já que o Inter passou a ter mais posse de bola e tratou de pressionar o time de Campinas. A Ponte também chamou o Colorado para o seu campo na tentativa de buscar os contra-ataques, o que não ocorreu. A pressão colorado só aumentou. Pressão que surtiu o efeito esperado. Vitinho, que tanto havia buscado, concluiu o ataque com finalização sem chance para Lomba, aos 42. Alívio colorado e confusão após o gol. Os jogadores da Ponte reclamaram da falta de fair play do Inter, que deveria ter devolvido a bola antes de o lance que resultou no gol ter sido iniciado.

Felipe Moreira apostou em dois centroavantes nos minutos finais após Borges substituir o volante Elton. E o empate quase veio após Vitinho, que quase foi substituído antes de marcar, desperdiçar boa chance. Em saída errada de Alisson, Alexandro cabeceou por cima do gol. Mas no fim, a festa foi colorada. Bastou terminar o jogo para que a confusão acontecesse deixasse o campo e continuasse em frente ao vestiário da Ponte. 

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 0 PONTE PRETA


Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data-hora: 7/11/2016 – 17h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Márcio Estáquio Santiago (MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Público/Renda: 17.431 pagantes/21.225 presentes/R$ 438.620,00.
Cartões amarelos: Alisson Farias e Anderson (INT); Ferron e Gilson, Marcelo Lomba e Alexandro (PPO)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gol: Vitinho, 42'/2ºT (1-0)

INTERNACIONAL: Alisson; William, Juan, Paulão e Ernando; Rodrigo Dourado, Nilton (Anderson, 10'/2ºT). D'Alessandro e Valdívia; Vitinho e Lisandro López (Alisson Farias, 31'/2ºT) – Técnico: Argel Fucks.

PONTE PRETA: Marcelo Lomba, Jeferson, Renato Chaves, Ferron e Gilson; Elton (Borges, 45'/2ºT), Fernando Bob; Cristian (Adrianinho, 32'/2ºT) e Clayson (Leandrinho, 30'/2ºT); Biro Biro e Alexandro – Técnico: Felipe Moreira.