LANCE!
26/03/2016
17:55
Porto Alegre (RS)

Após quatro empates seguidos, eliminação na Copa da Primeira Liga e protesto da torcida, o Internacional conseguiu amenizar a pressão que ronda o ambiente. Atuando no Beira-Rio, no dia do aniversário de 244 anos da cidade de Porto Alegre, o Internacional derrotou o Novo Hamburgo, por 4 a 2, em duelo válido pela 11ª rodada do Campeonato Gaúcho.

Com o triunfo conquistado graças aos gols de Eduardo Sasha, Paulão, Anderson – principal alvo do protesto de sexta – e Vitinho, o Inter ainda conquistou um objetivo importante: ingressou no G4 do Estadual, já que o São Paulo de Rio Grande, o então quarto colocado, foi derrotado pelo Cruzeiro de Porto Alegre nesta tarde. Já o Noia corre o risco de deixar o grupo dos classificados às quartas de final com os demais resultados da rodada.


PRÓXIMOS JOGOS


O Internacional voltará a atuar pelo Gauchão na próxima quinta, quando receberá o Brasil de Pelotas, às 19h30, novamente no Beira-Rio. Já o Novo Hamburgo, um dia antes, visitará o Juventude no Alfredo Jaconi, às 20h30

INTER ABRE VANTAGEM NA ETAPA INICIAL


O Internacional iniciou o duelo contra o Novo Hamburgo tentando se impor. Tendo Marquinhos como novidade, o retorno de Paulão e Paulo Cezar Magalhães na vaga do suspenso William, o Colorado bem que tentou envolver o rival, mas faltava inspiração.

O Novo Hamburgo, com a necessidade de vencer para seguir no grupo dos classificados às quartas de final, tentava agredir o Inter, mas encontrava dificuldades para transpor a última linha defensiva colorada. Já o Inter foi crescendo com o passar dos minutos. Aos 19 minutos, a investida colorada terminou com finalização de Marquinhos e a bela defesa de Bruno Fuso. O gol que faria justiça ao melhor futebol do Inter veio aos 26. O criticado Anderson deixou Sasha na cara do gol e o camisa 9 fez Inter 1 a 0.

Se o Noia tinha dificuldade para ter a posse da bola e ser efetivo, o Inter soube aproveitar. Escanteio cobrado por Vitinho e cabeçada indefensável de Paulão, aos 36. Mas a tranquilidade colorada durou pouco. Kiros cobrou falta com força, Muriel não segurou e Anderson Paraíba, aos 39, diminuiu o prejuízo do Novo Hamburgo.

ETAPA FINAL MOVIMENTADA E VITÓRIA COLORADA

O Inter voltou para a etapa final controlando o ímpeto do Novo Hamburgo e trabalhando a bola em busca do terceiro gol. Após o Noia arriscar uma pressão, o Colorado tomou conta do jogo novamente e alcançou o já citado objetivo. O tão criticado Anderson concluiu a jogada iniciada por Artur, aos 20. Sem se acomodar, o Inter ampliou dez minutos depois. Alex, o responsável por entrar na vaga de Anderson, sofreu pênalti e Vitinho marcou o quarto gol colorado.

Abel Ribeiro trabalhou, garantiu os ingressos de Robinho e Zulu no jogo e, um minuto depois, o primeiro marcou o segundo gol do Novo Hamburgo. Cobrança de falta e nova falha de Muriel, que não conseguiu espalmar a bola. Ainda houve tempo para Bruno Grassi evitar o quinto do Inter, após Alex aproveitar a sobra da zaga do Noia. 

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 4 X 2 NOVO HAMBURGO


Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data-hora: 26/3/2015 – 16h
Árbitro: Leandro Vuaden (Fifa-RS)
Auxiliares: Maurício Coelho Silva Penna (RS) e Julio Cesar Espinoza de Freitas (RS)
Público/Renda: 6.348 pagantes/8.240 presentes/ R$ 201.660,00
Cartão amarelo: Mazinho (NOV)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Eduardo Sasha, 26'/1ºT(1-0); Paulão, 36'/2ºT(2-0); Anderson Paraíba, 39'/1ºT(2-1); Anderson, 20'/2ºT(3-1); Vitinho, 30'/2ºT(4-1) e Zulu, 33'/2ºT(4-2).

INTERNACIONAL: Muriel; Paulo Cezar Magalhães, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob (Silva, 32'/2º), Fabinho, Marquinhos (Aylon, 14'/2ºT), Anderson (Alex, 21'/2ºT) e Eduardo Sasha; Vitinho – Técnico: Argel Fucks.

NOVO HAMBURGO: Bruno Fuso; Celsinho, Diego Macedo, Schneider e Jonathan (Robinho, 32'/2ºT); Juninho, Neto, Anderson Paraíba, Mazinho (Ruan, Intervalo) e Saldanha; Kiros (Zulu, 32'/2ºT) – Técnico: Abel Ribeiro.